Eclesiates 9:10 Tudo o que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, pois na sepultura para onde vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

Conquista: Faze-o conforme as tuas forças

Força
by Pixabay @memorycatcher

Projeto de vida! Determinar o objetivo a alcançar e viver de maneira a conquistá-lo é o que prega a psicologia comportamental moderna. Utilizar-se de Deus para se apropriar destes projetos tem sido tônica nos mais diversos púlpitos de nossas igrejas. Neste sermão, procuramos desenvolver o pensamento de que é preciso equilíbrio em nossas realizações diárias conforme o texto bíblico.

“tudo que te vier à mão para fazer, faze-o..." conquiste!


Repare que o pregador diz o que te vier à mão e não tudo o que tua mão procurar. Tudo que te vier à mão significa oportunidade. Mais do que isso, fazer o que vier à mão indica a responsabilidade em contraposição ao desleixo, relaxamento. “Tudo que te vier à mão para fazer, faze-o...”. Assim o escritor, em sua inspiração divina, incita o leitor a sair da inércia executar o que lhe é responsabilizado e não deixar o tempo passar e levar com ele o que lhe é oportuno. É não enterrar o talento e sim negociá-lo como lhe é devido. Nas palavras de Cristo “o amanhã se preocupará consigo mesmo” reflete-se o compromisso com o hoje, que é a base para o amanhã. O texto não te convida a se erguer e procurar ou inventar algo a fazer, mas a fazer o que lhe foi determinado. Se é ministério, seja em ministrar. Se é ensinar, haja dedicação ao ensino... Faça-o. “... o que te vier à mão” é independente de seleção. Não tem escolha. Coisas grandes ou pequenas, simples ou complexas, fáceis ou difíceis, Faça-o. Ide e pregai, cumpra. Orai e vigiai, pratique. Sede santo, seja.

“... faze-o conforme as tuas forças”


O pregador desafia-nos a realizar de imediato o que vier à mão, porém, mais interessante é que ele também nos fornece um elemento limitador. Como em um sistema de freios e contrapesos há um equilíbrio, no ato de fazer o que te vier à mão. Segundo as circunstâncias, em conformidade com , de acordo com, “... as tuas forças”. Todas essas definições lexicais para conforme explicam, de forma mais clara, que fazer exige uma capacidade, mas, para o autor, este fazer deve estar diretamente relacionado com o potencial daquele que faz. Não há espaço aqui para extrapolação de limites além do que se possa alcançar, contudo, incita-se a um fazer balanceado por um poder limitado. Embora discursos diversos têm levado o cristão contemporâneo a uma busca desenfreada pelo ter, possuir e poder, o texto revela a necessidade de um reconhecimento dos limites humanos que possuímos: “conforme as tuas forças”. Uma forma de se promover é criação de uma série de super-heróis com super poderes e domínio sobre todas as coisas. O discurso protestante, sobretudo no ocidente, procura transformar o cristão em um super cristão. No entanto a ideia de pesos e contrapesos, equilíbrio, está disseminada nas escrituras. “Conforme as tuas forças” revela que o homem tem força para fazer, embora tenha um limite que não o impede de realizar o que à mão vier. O pregador não diz não faça, porque não pode, mas diz: faça até onde puder. Faça a sua parte. Saia da inércia.

Concluindo, normalmente estamos à procura de algo. Talvez grandes realizações. Não observamos o quê está em nossa mão e não fazemos. É comum, ao homem, esperar receber uma grande soma de dinheiro para investir na caderneta de poupança, quando bem poderia ter feito com centavos. De outro modo, o homem quer fazer aquilo que está além do seu alcance, das suas forças, consumindo-as.
A força que tenho hoje não será a mesma de amanhã fazer o que vier a mão hoje pode ser um meio de aumentarem as forças de amanhã.

“...na sepultura para onde vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”


         Eis uma oportunidade inadiável de reconhecer o sacrifício que Cristo fez na cruz. Ele fez, conforme Suas forças por você. Na sepultura para onde vais, com Cristo, encontrarás salvação e vida eterna, pois todos os projetos, conhecimentos e sabedoria findaram.

estudosbiblicosonline.com.br

Compartilhe!

.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top