15/07/2017

Como Vencer o Desafio da Fornalha Ardente?

Publicidade
Nesta postagem trouxemos um texto clássico da Bíblia para a sua leitura e meditação. Sadraque, Mesaque e Abede-Nego desafiam o Rei Nabucodonosor e enfrentam a fornalha ardente. 


Sadraque, Mesaque e Abede-Nego vs Nabucodonosor e a fornalha ardente


Introdução:

O texto trata de Nabucodonosor, líder supremo da Babilônia, era temido em todo o mundo. Quando seu exército invadia um país, a derrota estava certo.  Depois de uma vitória, Nabucodonosor geralmente levava quem ele considerava como as pessoas mais importantes do exército derrotado (sábio, competente, jovem) cativos de volta à Babilônia e deixava os pobres e menos competentes. O Rei Nabucodonosor colocou Daniel e outros três jovens cativos de linhagens reais ou nobres de Judá. Todos passaram por situações extremas, sendo que os três jovens Hananias, Misael e Azarias enfrentaram o desafio da Fornalha Ardente. O que era preciso para vencer esse desafio?


1) Identidade


Entre eles estavam, além de Daniel, Hananias, Misael e Azarias que ficaram aos cuidados do chefe eunuco que lhes deu nomes babilônios / acadianos para significar suas novas vidas como servos adotados do rei da Babilônia.
  • Daniel ("Deus julga") tornou-se Beltessazar, um nome que significa "(o deus) Bel guarda sua vida."
  • Hananias ("Yahweh me favorece") tornou-se Sadraque (etimologia incerta).
  • Misael ("quem é Deus") tornou-se Mesaque (etimologia incerta).
  • Azarias ("Yahweh ajudou") tornou-se Abed-Nego, em hebraico significa "servo de Nego", que é uma variação pejorativa de Nebu, um deus babilônico da sabedoria. 

Daniel
  • 1.7  Aos quais o chefe dos eunucos pôs [outros] nomes: a Daniel, Beltessazar; a Ananias, Sadraque; a Misael, Mesaque; e a Azarias, Abednego.  

Uma vez que esses nomes tinham alguma referência ao verdadeiro Deus e significavam alguma conexão com Sua adoração, eles foram mudados para nomes que tinham definições que os ligavam às divindades pagãs e à adoração dos caldeus. No entanto, mesmo com a mudança forçada do nome os  jovens mantiveram o caráter.

O importante, para eles, não é como são chamados, mas quem eles são.


Fornalha ardente sadraque mesaque abednego nabucodonosos


2) Integridade

Nabucodonosor durante a adoração de uma imagem de ouro  ordenou que todos se curvassem e adorassem ao ídolo, mas foi relatado a ele que Sadraque , Mesaque e Abednego se recusaram a fazê-lo. Furioso, Nabucodonosor confrontou os três jovens e os avisou que, se eles não adorassem o ídolo, eles seriam jogados em uma fornalha ardente. Eles deixaram claro que não se curvariam a nenhum ídolo nem adorariam os deuses de Nabucodonosor, mantendo assim a sua integridade. 
  • 3.12 Há uns homens judeus, os quais constituíste sobre os negócios da província da Babilônia; Sadraque, Mesaque, e Abednego; estes homens, ó rei, não te respeitaram; não servem a teus deuses, nem adoram a estátua de ouro que tu ergueste. 
  • 13 Então Nabucodonosor com ira e furor, mandou trazer a Sadraque, Mesaque, e Abednego. Então trouxeram estes homens diante do rei. 
  • 14 Nabucodonosor lhes disse: É verdade, Sadraque, Mesaque, e Abednego, que vós não servis a meus deuses, nem adorais a estátua de ouro que ergui? 

3) Fé

Os três homens responderam que se for esse o caso, o nosso Deus a quem servimos pode nos livrar da fornalha de fogo ardente, e ele nos livrará do rei. Mas, se não for assim não servimos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que estabeleceste (versículos 16-18)

Irritado com a resposta deles, o rei fez a fornalha ficar sete vezes mais quente que o normal e ordenou a alguns de seus valentes homens para amarrar e jogar esses Sadraque, Mesaque, e Abednego nas chamas ardentes (versículos 19-20)

Então o rei ordenou que eles fossem amarrados e jogados na fornalha. O calor do fogo era tão intenso que matou os homens encarregados de jogá-los dentro, mas quando Nabucodonosor olhou para a fornalha (vs 22-23), viu a Sadraque, Mesaque e Abednego andando por dentro junto com um quarto homem que tinha a aparência do Filho de Deus. Nabucodonosor pediu que os três homens saíssem do forno e descobriram que o fogo não lhes causara nenhum dano.  Juntaram-se os sátrapas, os prefeitos, os governadores, e os conselheiros do rei, para verem como o fogo não havia causado efeito algum em seus corpos, nem o cabelo de seus cabeças fora queimado, nem suas capas se mudaram, nem cheiro de fogo passara por eles (Vs 24-27). 


4) Não há outro Deus maior.

O Rei Nabucodonosor reconheceu que o Deus de Sadraque, Mesaque, e Abednego, que enviou seu anjo, e livrou seus servos, que confiaram nele (v 28) e fez um novo decreto, que todo povo, nação, e língua, que disser blasfêmia contra o Deus de Sadraque, Mesaque, e Abednego, seja destruído, pois não há outro deus que possa livrar como este e  fez com que Sadraque, Mesaque, e Abednego fossem prósperos na província da Babilônia.

Conclusão

Como Vencer o Desafio da Fornalha Ardente? Como vimos quatro fatores ajudaram esses jovens a vencerem o desafio da fornalha: 1) Identidade; 2) Integridade; 3) Fé e 4) Não há outro Deus maior. Com base nessas premissas o profeta Daniel e seus amigos experimentam provações vivendo em uma terra pagã, mas cuja principal lealdade não é para os reis pagãos, mas para o Deus de Israel e, assim, venceram o desafio da fornalha ardente.


Leia também:
História de Caim e Abel no livro de Gêneses da Bíblia.
Do Monte Abarim Moisés vê Canaã: Deus quer te mostrar a Terra Prometida

Versão Bíblia Livre

Referências
Michal Hunt, Copyright © 2018 Estudo Bíblico Ágape.
http://www.textes17.org/FH/babylon.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre | Termos De Uso | Política De Cookies | Política De Privacidade
Top