Pregação sobre: Como Perdoar e Liberar Perdão? Romanos 12.14-21.

Prendendo a Perdoar e Liberar Perdão

Texto bíblico - Romanos 12.14-21.

Introdução:  A pergunta de Pedro: "Senhor, quantas vezes perdoarei meu irmão, quando ele peca contra mim? Até sete vezes? Mateus 18.21-22.

Talvez essa seja sua dúvida! Devo perdoar meu irmão? Quantas vezes? 

E a resposta do nosso Senhor foi "Eu não digo até sete vezes, mas até 70 vezes sete vezes" o que reflete bem a luta do ser humano diante do problema da vingança.
Jesus, é claro, expressou muito sobre isso no sermão da montanha, e isso vem de seu impressionante comando: "Ame seus inimigos! "

E o apóstolo Paulo também desenvolveu esse tema em Romanos 12.14-21.

Qual é o princípio demonstrado nesta exortação? Quando algo de bom acontece com seu vizinho, você realmente se alegra com ele ou sente um toque de ciúme porque isso não aconteceu com você? Perdoar é não querer vingança. Não guardar mágoa.

Publicidade

1. Liberar perdão abençoar os que o perseguem.


Abençoe os que o perseguem...(Romanos 12.14)
Chore com aqueles que choram.  Você é capaz de compartilhar profundamente sofrimento dos outros? (Romanos 12.15)

Paulo não está dizendo que todos devemos estar em conformidade um com o outro
outros, ou que temos que concordar em todos os aspectos. Nos versículos 17 a 21, Paulo dá quatro meios pelos quais podemos triunfar sobre a idéia de liberar perdão.

2. Liberar perdão é não devolver o mal.


Primeiro: "Não devolva o mal ao mal por ninguém. "(V. 17). Reagir de acordo com o ditado "olho por olho ..." faz parte de nossa natureza humana, não regenerada.  Dar a outra face e retribuir o bem pelo mal é divino.

Segundo: “Busque o que está bem na frente de todos os homens. "(V. 17b)

Terceiro, "Se for possível, tanto quanto depende de você, fique em paz com todos os homens. "(V.18)

Paulo era realista; experiência pessoal ensinou-lhe que o evangelho despertou violenta resistência onde foi pregado com poder. A iniciativa de romper um relacionamento nunca deve vir de um cristão.  E finalmente, nos versículos 19-21, Paulo formula seu quarto princípio: oposição, ódio e perseguição devem ser recompensados ​​com o bem.

Pregação sobre: Como Perdoar e Liberar Perdão? Romanos 12.14-21.

Conclusão

Uma das maiores tentações da natureza humana é não liberar perdão para as pessoas que nos prejudicaram. Não é isso que Jesus Cristo nos ensina.

Não há necessidade de o cristão se vingar, pois ele pertence a Deus, e Deus protege o que lhe pertence. Pelo contrário, devemos amar nossos inimigos - não apenas por nossas palavras, mas por nossas ações


Leia também...

Tópicos
Destaques
Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilheCompartilhe

Atenção! Se você ainda não se inscreveu cadastra-se aqui para receber informativos com sermões e estudos bíblicos grátis em seu e-mail. Cadastre-se Aqui!


Versões Bíblicas consultadas ou citadas:
Bíblia Livre (BLIVRE), Almeida Revista e Atuzalizada ARA-SBB, Almeida Revista e Corrigida ARC-SBB, tradução livre e outras citadas no texto.

Autor Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Boas Novas - FATEP, Professor e Pós-graduado em Educação pela Universidade Federal Fluminense - UFF. Ex-Professor de Seminários Teológicos. Nascido e criado no evangelho minha Missão é compartilhar a Palavra de Deus.

Anúncios, Postagens Relacionadas e Recomendadas para você:
0 comentários:
Postar um comentário

 
Sobre | Política de Cookies | Política de Privacidade

Missão: Visão missionária (marca da historia da igreja cristã) visa abordar temas como salvação, cristianismo, teologia e histórias bíblicas de uma forma geral, através da internet e redes sociais.

voltar