Resumo Bíblico: Livro de Ester.

Resumo Bíblico: Livro de Ester.

Autoria:
Há diversas opiniões de estudiosos sobre a autoria. A posição mais segura deve ser admitir que não sabemos.
O título do livro deriva do personagem principal do livro. O nome persa Ester significa "estrela" referindo-se a deusa Ishatar. 
Seu nome hebraico Hadassah significa "murta", que Deus usa como uma ilustração da beleza de Israel quando Ele a redime do exílio (Isa. 55:13). 


D ATA : Os eventos em Ester acontecem em Susa, a capital da Pérsia, ao longo de uma década entre 483-473 aC .
O rei persa mencionado no livro foi Xerxes I, também conhecido como Assuero, que reinou de 486-464 aC .Banquete 
Xerxes' ocorreu em seu 3 rd ano ( 1: 3; 484 aC ) e plano de Hamã contra os judeus começou em seu 12º ano (3: 7; 473 aC ) 


Um Resumo do Livro de Ester do Foundation Institute ilustra bem os aspectos do Livro

Esboço do Livro de Ester

I Uma rainha destronada e uma rainha descoberta, 1:1 - 2:23
A. A grande festa e banquete, 1.1-9
B. Vasti resiste em se expor à multidão bêbada, 1:10-12
C. O rebaixamento de Vasti como chefe das esposas, 1.12-22
D. Uma Nova Rainha em busca, 2: 1-4
E. Ester é aprovada como Nova Rainha, 2: 5-18
A revelação de uma trama de F. Mordecai, 2: 19-23
II. Os esquemas de Haman contra o povo judeu na Pérsia, 3: 1-7:10
A. O ódio de Hamã por Mordecai, 3: 1-6
B. O decreto de Hamã, 3: 7-15
Lembrete de C. Mordecai a Ester, 4: 1-17
D. Os dois banquetes de Ester, 5: 1-7: 10
1. O primeiro banquete, 5: 1-8
2. O esquema contra Mordecai, 5: 9-14
3. A recompensa de Mordecai e a humilhação de Hamã, 6: 1-14
4. O segundo banquete e o enforcamento de Hamã, 7.1-10
III. A libertação do povo judeu, 8: 1-9: 32
A. Uma reversão real, 8.1-14
B. Alegria entre o povo judeu, 8: 15-17
C. Dois dias de libertação, 9: 1-17
D. A Festa do Purim, 9: 18-32
IV. A preeminência de Mordecai, 10: 1-3

Proposta de Resumo do Livro de Ester

  • (1: 1-22) Rei mau
  • (2: 1-23) Nova Rainha
  • (3: 1-15) Vilão Exaltado
  • (4: 1-5: 8) Herói desavisado
  • (5: 9-7: 10) Justiça Poética
  • (8: 1-10: 3) Reversão Gloriosa

Esboço do Livro de Ester.

I. As Atividades na Corte de Assuero .......................................... ........ 1: 1-2: 23
A.A festa devassa do rei Assuero .................................. 1: 1-22
B.Ester substitui Vasti como Rainha ............................................. 2: 1-18
C.Mordecai expõe uma tentativa de assassinato de Assuero ... 2: 19-23
II. Hamã conspira para matar os judeus ............................................ .............. 3: 1-4: 17
A.O ódio de Hamã por Mordecai ..... 3: 1-15
B.Os judeus choram e jejuam ............................................. ............ 4: 1-17
III. Mordecai e Ester trabalham para salvar seu povo ............................ 5: 1-7: 10
A.O banquete inicial de Ester para o rei .......................................... 5: 1-8
B.A noção equivocada de Hama sobre seu status .............................. 5: 9-14
C.A irônica homenagem a Mordecai por Hamã ........................... 6: 1-14
D.Segundo banquete de Ester, pedido e enforcamento de Hamã ... 7: 1-10
IV. Os judeus libertados ............................................... ........................... 8: 1-10: 3
A.Resistência permitida e alegria dos judeus ..................................... 8: 1-17
B.Vitória judaica completa e festa de Purim instituída .......... 9: 1-23
C.Revisão dos eventos que levaram a Purim ................................. 9: 24-32
D.Mordecai homenageado ................................................ ................... 10: 1-3

ESBOÇO DA SEÇÃO UM (ESTER 1-2)

O rei Xerxes depõe a rainha Vashti por se recusar a comparecer a um banquete. Uma busca é feita
para uma nova rainha, e Ester é selecionada. Seu pai adotivo, Mordecai, torna-se oficial do palácio. Ele
ouve por acaso uma conspiração para assassinar o rei e relata isso a Ester e salva a vida do rei.

I. A REJEIÇÃO DE VASTI (1.1-22): O rei Xerxes da Pérsia é repelido por sua rainha durante um

de seus banquetes, então ele a destitui.
A. Um banquete para seus oficiais provinciais (1.1-4): 
O rei Xerxes oferece um banquete para todos os seus príncipes e autoridades de suas 127 províncias, que vão da Índia à Etiópia. A comemoração dura seis meses!
B. Um banquete para os oficiais de seu palácio (1.5-22): Aparentemente, como um agradecimento por ajudar com o banquete anterior, o rei Xerxes oferece outro banquete para os oficiais de seu palácio.
1. Os detalhes (1.5-9): O palácio é ricamente decorado; todos estão autorizados a festejar por sete dias!
2. A embriaguez (1.10): No último dia do banquete, o rei fica muito embriagado.
3. A exigência (1.11): O rei Xerxes ordena à rainha Vasti que exiba sua beleza diante de sua
funcionários bêbados.
4. O desafio (1.12): A rainha se recusa a obedecer à ordem de Xerxes!
5. O dilema (1.13-18): O rei consulta seus conselheiros sobre o desafio de Vasti, e eles
convencê-lo de que todas as outras mulheres também podem se rebelar contra seus maridos.
6. A decisão (1.19-20): Os conselheiros recomendam que o rei bane sua rainha.
7. O decreto (1.21-22): O rei Xerxes segue o conselho de seus conselheiros e decreta que cada homem
deve ser o governante de sua própria casa.

A DETECÇÃO DE MORDECAI (2.21-23): Mordecai torna-se um oficial do palácio e salva a vida do rei.

A. Um complô revelado (2.21-22): Mordecai ouve um complô de alguns guardas do palácio para assassinar o Rei. Ele relata a informação a Ester, e ela conta ao rei.
B. Um complô registrado (2.23): Por causa do relatório de Mordecai, os guardas são enforcados, e todos os episódios devidamente registrado nos arquivos do rei.

ESBOÇO DA SEÇÃO DOIS (ESTER 3-5)


Como Mordecai se recusa a se curvar diante de Haman, Haman pede permissão para exterminar todos os Judeus. Quando essa permissão é concedida, Mordecai insta Ester a intervir em nome de seu povo.
Ester faz planos para pedir ao rei Xerxes que poupe os judeus. Hamã constrói uma forca para matar Mordecai.
I. O PROBLEMA (3.1-15): Logo depois de Ester se tornar rainha, um homem ímpio chamado Hamã planeja eliminar todos os judeus em todo o Império Persa.
A. Hamã, o altivo (3.1-2): O rei Xerxes promove Hamã a primeiro-ministro; todos os oficiais reais
curve-se sempre que Haman passar.
B. Hamã, o odioso (3.3-5): Hamã fica furioso quando Mordecai se recusa a se curvar diante ele.
C. Hamã, o sem coração (3: 6-15)
1. A trama (3.6-9): Em sua fúria, Hamã busca a permissão do rei para destruir todos os judeus no
Império. Ele promete ao rei 375 toneladas de prata se ele concordar com o plano.
2. A permissão (3.10-11): O rei Xerxes concorda com o expurgo cruel, mesmo sem pagamento.
3. A proclamação (3.12-15): Hamã ordena cartas enviadas por todo o império, anunciando
que todos os judeus serão mortos em um determinado dia.

II. O PLANO (4.1-5.14): Ester e Mordecai realizam um plano para frustrar as más intenções de Hamã.

A. Pedido de Mordecai (4: 1-14)
1. A angústia de Mordecai (4.1-4): Ao saber do decreto cruel de Hamã, Mordecai lamenta profundamente e se recusa a ser consolado.
2. O conselho de Mordecai (4.5-14): Mordecai informa a Ester sobre a trama e a incentiva a usar seu corpo real escritório para ajudar a libertar os judeus.
B. Resposta de Ester (4: 15-5: 14)
1. A fé (4.15-17): Ester planeja visitar o rei após um jejum de três dias, embora seja contra a lei.
2. O destemor (5.1): Arriscando a vida, Ester entra no pátio interno e fica diante do Rei.
3. O favor (5.2-3): Para grande alívio de Ester, o rei Xerxes a acolhe e se oferece para conceder
quase qualquer pedido que ela possa fazer!
4. As festas (5: 4-8)
a. O primeiro pedido de Ester (5.4-5): Ester pede que o rei e Hamã participem de um banquete que ela
preparou, e eles o fazem.
b. O segundo pedido de Ester (5.6-8): No banquete, Ester pede que o rei e Hamã comparecer a outro banquete no dia seguinte.
5. A fúria (5.9-13): Voltando para casa, Hamã vê Mordecai e fica furioso por ele ainda recusa-se a se curvar diante dele. Ele se gaba de sua esposa e amigos sobre as honras do rei, mas ele também fala de sua raiva contra Mordecai.
6. O conselho fatal (5.14): A esposa de Hamã e seus amigos o aconselham a construir uma forca e enforcar Mordecai está lá pela manhã.

ESBOÇO DA SEÇÃO TRÊS (ESTER 6-10)

Mordecai é homenageado por sua lealdade e Haman é enforcado. Os judeus têm permissão para se defender contra seus inimigos, e Mordecai é promovido. Os judeus se defendem com sucesso, e o
O Festival de Purim é estabelecido para comemorar o evento. Mordecai torna-se primeiro-ministro.

I. HONRANDO MORDECAI (6: 1-14)

A. A descoberta (6.1-3): Certa noite, o rei Xerxes ouve um assistente ler os registros históricos de
ajudá-lo a adormecer. Ele descobre o papel de Mordecai em salvar sua vida e que Mordecai nunca
foi recompensado por sua ação.
B. A discussão (6.4-9): O rei nota Hamã chegando para visitá-lo.
1. As aspirações de Hamã (6.4-5): Hamã está pedindo permissão para enforcar Mordecai.
2. A arrogância de Hamã (6.6): O rei pergunta a Hamã o que deve ser feito por alguém que
agrada-o. Haman erroneamente presume que ele é aquele de quem o rei está falando.
3. A resposta de Hamã (6.7-9): Hamã diz ao rei para vestir a pessoa com vestes reais e publicamente
C. A decisão (6.10-14)
1. Atribuição de Hamã (6.10-11): O rei ordena a Hamã que organize tal evento para Mordecai!
2. A apreensão de Hamã (6.12-14): O humilhado Hamã é avisado por sua esposa e amigos
que seria fatal continuar sua conspiração contra Mordecai.

II. HAMÃ (7: 1-10)

A. A traição aprendida (7.1-6): Durante o segundo banquete, Ester fala ao rei sobre conspirar para matar ela e seu povo.
B. A situação mudou (7.7-10): O furioso rei ordena que Hamã seja enforcado na própria forca construída para Mordecai!

III. AJUDANDO OS JUDEUS (8.1-9.16): Ester ainda precisa trabalhar para salvar seu povo da aniquilação no dia marcado.

A. A angústia de Ester (8.1-6): Ester implora ao rei que inverta a ordem de Hamã de matar todos os judeus.
B. As ações do rei (8: 7-17)
1. A proclamação (8.7-14): O rei emite um novo decreto permitindo que os judeus defendam
contra aqueles que tentam matá-los.
2. A celebração (8.15-17): Por causa desse decreto, os judeus de todo o império se regozijam.
C. A vingança dos judeus (9.1-16): Os judeus matam várias centenas de pessoas no dia marcado, e o rei atende ao pedido de Ester para deixar os judeus se defenderem por mais um dia. Sobre 75.000 agressores são mortos, junto com os 10 filhos de Haman.

Estudo Bíblico sobre Ester

4. ENCERRANDO O DIA (9: 17-10: 3)

A. O anúncio de Purim (9.17-32): Um festival especial de dois dias é declarado, a ser celebrado cada
ano como um lembrete da libertação dos judeus de seus inimigos.
B. O avanço de Mordecai (10.1-3): Mordecai é nomeado primeiro-ministro de toda a Pérsia, o segundo em poder apenas para o próprio rei!






AUTOR: Desconhecido
TEMPO ESCRITO: Provavelmente entre 464 aC e 435 aC
POSIÇÃO NA BÍBLIA: 
• 17º livro da Bíblia
• 17º livro no Antigo Testamento
• 12 de 12 livros de história (Josué - Ester)
• 49 livros a seguir.

CAPÍTULOS: 10
VERSES: 167
PALAVRAS: 5.637

Publicidade

O livro de Ester relata uma tentativa de extermínio de judeus durante o exílio. O cenário é o império persa sob o rei Xerxes I, também conhecido como Assuero (hebraico)e Khshayarsha (persa). Ele reinou de 486-465 aC e o próprio livro de Ester cobreo período 483-473 aC É escrito como se fosse um evento passado (1: 2) após a época de Xerxes I, entãodeve ter sido escrito depois de 465 AC, mas antes do fechamento do cânon com Malaquias ao redor425 aC Ele se encaixa cronologicamente entre o sexto e o sétimo capítulos de Esdras 

OBSERVAÇÕES SOBRE ESTER:

■ Nem uma vez o nome de Deus aparece no Livro de Ester.
■ A providência de Deus é abundante ao longo do livro.
■ O período tecnológico do Livro de Ester é de cerca de 10 anos.
■ Ester é dirigida às multidões de judeus que não fizeram retornar à Judéia. Eles permaneceram no exílio voluntário.
■ A providência de Deus é abundante ao longo do livro.
• Ele garante que os feitos de Mardoqueu sejam registrados em os registros do palácio.
• Ele orienta a admissão de Ester na corte do rei.
• Ele orienta o momento das duas festas de Ester.
• Ele está envolvido na insônia de Assuero e na cura ele usa isso.
• Ele vê que os pousios de Haman serão usados ​​em maneira inesperada.
• Ele dá um grande favor a Ester aos olhos do rei.
• Ele produz o novo decreto.
• Ele traz a vitória dos judeus.

Publicidade

Apontamentos do Livro de Ester

I Uma rainha destronada e uma rainha descoberta, 1: 1-2: 23
A. O grande banquete, 1.1-9
B. A relutância de Vasti em se expor à multidão bêbada, 1:10-12
C. O rebaixamento de Vasti como chefe das esposas, 1.13-22
D. A busca pela nova rainha, 2: 1-4
E. A descoberta e aprovação de Ester, 2: 5-18
A revelação de uma trama de F. Mordecai, 2: 19-23

II.Os esquemas de Hamã contra o povo judeu na Pérsia, 3: 1-7:10
A. O ódio de Hamã por Mordecai, 3: 1-6
B. Decreto de Haman, 3: 7-15
Lembrete de C. Mordecai a Ester, 4: 1-17
D. Os dois banquetes de Ester, 5: 1-7: 10
1. O primeiro banquete, 5: 1-8
2. O esquema contra Mordecai, 5: 9-14
3. A recompensa de Mordecai e a humilhação de Hamã, 6: 1-14
4. O segundo banquete e o enforcamento de Hamã, 7.1-10

III. A libertação do povo judeu, 8: 1-9: 32
A. Uma reversão real, 8.1-14
B. Alegria entre o povo judeu, 8: 15-17
C. Dois dias de libertação, 9: 1-17
D. A Festa do Purim, 9: 18-32
4. A preeminência de Mordecai, 10: 1-3

■ O Livro de Ester se encaixa entre o sexto e o sétimo capítulos de Esdras, utilizando 10 dos 58 anos durante esse intervalo, e em algum lugar no período de 81 anos entre o retorno liderado por Esdras e aquele liderado por Zorobabel.
■ O Livro de Ester fornece o único retrato bíblico de a maioria dos judeus que permanecem na Pérsia do que retornar à Judéia.
■ A forca de 75 pés de altura construída por Haman seja comparável a um edifício de 7 andares hoje.
■ A festa judaica de Purim foi iniciada para lembrar as entregas dos judeus da destruição planejada por Haman.

“... Mas quem sabe se não foi para uma conjuntura como esta que você foi elevada à condição de rainha?” " Ester 4:14 (NAA/SBB)



Citação:
Willmington, Harold, "The Chapters of Esther" (2018). Um esboço aliterado para os capítulos da Bíblia . 34  http://digitalcommons.liberty.edu/outline_chapters_bible/34
https://delraybaptist.org/wp-content/uploads/The-Book-of-Esther-Introduction-and-Outline-October-2019.pdf
http://foundationinstitute.org/uploads/classes/Outline_of_Esther.pdf
http://foundationinstitute.org/uploads/classes/Outline_of_Esther.pdf
https://www.fbcaa.org/BibleStudies/outlines/EstherOutline.pdf
DSB



Você deseja aperfeiçoar o seu Ministério?

Se você deseja impactar ainda mais a vida das pessoas, através de seu chamado, confira os seguintes cursos sugeridos: Curso de Teologia Básica, Curso de Ensino Religioso e Curso de Psicoterapia


Versões Bíblicas consultadas ou citadas: Almeida Corrigida Fiel (ACF), Almeida Revista e Atuzalizada ARA-SBB, Almeida Revista e Corrigida ARC-SBB, Bíblia Livre (BLIVRE), Tradução livre do Inglês e outras citadas no texto.



Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe

0 comments:
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

1 e 2 Reis 1 e 2 Crônicas 1 e 2 Pedro 1 e 2 Samuel 2 Timóteo Atos Daniel Eclesiastes Efésios Esdras Êxodo Filipenses Gênesis Hebreus Isaías Jeremias Jó João Jonas Josué Lucas Malaquias Mateus Números Provérbios Salmos Sofonias Zacarias