Publicidade

Pregação sobre a Ressurreição de Cristo é a nossa Ressurreição Mateus 28:6

  • Ele não está aqui: porque ressuscitou, como ele disse"(Mateus 28: 6).

A Ressurreição de Cristo é a nossa Ressurreição

Quando as mulheres chegaram ao túmulo, encontraram-no aberto e vazio. Os anjos vieram contar as melhores notícias de todos os tempos para os ouvidos humanos:

Ele não está aqui: porque ressuscitou, como ele disse"(Mateus 28: 6).

Nenhuma doutrina bíblica é mais importante para todos humanidade do que a doutrina da ressurreição do Filho de Deus. Através dele veio a ressurreição de todos os homens, mulheres e crianças. A ressurreição de Cristo é a nossa ressurreição.

1. A Ressurreição de Cristo ressuscitará nossos corpos

Em Romanos 8:11 diz que o mesmo Espírito que Jesus ressuscitado dentre os mortos ressuscitará nossos corpos

Jesus morreu na cruz para satisfazer a ira de Deus em direção ao pecado. A ressurreição de Jesus provou que Deus estava satisfeito com o sacrifício de Jesus, o perdão e a vida são encontrados nele.(Ver 1 Cor. 15:17.)

Se Jesus morre, mas não ressuscita Ele teria sido como líderes militares que morreram sem um trono. (Atos 5: 33-37)

Mas Jesus venceu a morte, assim como Ele disse que faria. (João 2: 19-21) A ressurreição de Jesus nos dá esperança para a nossa ressurreição.(Romanos 6: 5)
Publicidade

2. A ressurreição de Cristo é o Plano de Deus para nossa salvação

A Páscoa é a boa notícia sobre Jesus Cristo, nosso Senhor, que morreu por nossos pecados e depois ressuscitou dos mortos. Quatro registros históricos dizem que ele apareceu para várias pessoas em uma reunião em Jerusalém. Você pode imaginar testemunhar sua morte e depois de vê-lo andando por Jerusalém três dias depois?

A Tumba Vazia
  • O corpo foi colocado em uma nova tumba. (Mateus 27:60)
  • A tumba foi escavada na rocha. (Mateus 27:60)
  • Uma grande pedra cobria a entrada. (Mateus 27:60)
  • Um selo romano foi colocado na pedra. (Mateus 27:66)
  • Um guarda romano foi colocado no túmulo. (Mateus 27:65-66)
  • A tumba foi inspecionada cuidadosamente. (João 20:3-8; João 20:11)

A cidade de Jerusalém era o último lugar na terra que o cristianismo podia começar se o túmulo de Jesus permanecesse ocupado!

Não foi por acaso. Não foi por acaso que Jesus morreria na Páscoa. Como cordeiros estavam sendo oferecidos no monte do templo, Jesus, a quem João Batista descreveu como o “cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo ”, morreria na cruz do Calvário, morrendo de fato por nossos pecados e os pecados do mundo inteiro.

Tudo isso aconteceu pelo propósito definido de Deus e presciência.

Através da fé em Cristo e sua ressurreição, somos reconciliados com Deus, restaurados em nosso relacionamento com Ele e capacitados a viver uma vida abundante aqui na Terra, em antecipação à vida eterna que nos aguarda. 

A ressurreição de Cristo é a garantia de que a vida eterna é uma realidade acessível a todos que creem e confiam nele como seu Salvador e Senhor.

3. A ressurreição de Cristo é o nosso renascimento

A Páscoa é a garantia de nossa própria ressurreição. Jesus assegurou a Marta: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem acredita em mim ainda que morra viverá ”(Jo 11: 25-26). 

Cristo nos levantará no último dia, mas também é verdade, em certo sentido, que já ressuscitamos com Cristo. Em virtude do Espírito Santo, nossa vida cristã já é uma participação na morte e ressurreição de Cristo

Jesus “estava no princípio com Deus e todas as coisas surgiram através dele.”(João 1). O Jesus ressuscitado é um sinal divino da nova criação de Deus. Isto não é um fim; isso é um começo. 

Assim como Deus falou a existência do mundo e disse: "Haja luz". Ao Jesus chamar o nome de Maria que vê sua luz apresenta de forma reveladora para Maria e a manhã terminou, como na primeira manhã, ... brotando da palavra.

4. A Ressurreição de Cristo: Enviado por Deus; Morto por homens; 

Atos 2:36; Deus o fez Senhor e Cristo, este Jesus, a quem crucificastes.

O impacto dessas palavras dificilmente pode ser imaginado por nós. 

Aquele por quem muitos de épocas passadas ansiavam e oravam havia chegado e foi crucificado pelos mesmos para quem Ele veio.  

O Pai através da ressurreição de Cristo dentre os mortos o colocou à sua própria mão direita, fazendo-o "Senhor" e "Cristo".

Essas são duas palavras ( "Senhor" e "Cristo")  são muito importantes!

Senhor 

A palavra indica alguém que é SUPREMO em poder, posição e autoridade; superior a todos os outros; um proprietário; um mestre a quem o serviço é devido por qualquer motivo.

Assim , o Pai fez de Jesus o governante supremo ; superior a todos os outros através de Sua morte, ressurreição e exaltação. Filipenses 2: 8-11.
  • Humilhou-se e tornou-se obediente até a morte, a morte da cruz.
  • Deus também o exaltou, e lhe deu um nome que está acima de todos os nomes:
  • Em nome de Jesus, todo joelho se dobrará
  • Toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

Cristo

  • Esta palavra significa ungido, um termo frequentemente associado a reis ou escolhidos .
  • No Novo Testamento, era usado para se referir ao Messias, o rei a quem os judeus esperavam ser o salvador de sua nação.
  • Assim, o Pai fez de Jesus o Messias, o Salvador, o maior dos reis.

Quando combinamos as palavras Senhor e Cristo e o significado dessas palavras, o efeito é muito forte! 

O Pai fez de Jesus o Senhor (o Mestre que é supremo em poder, posição e autoridade). E ele fez de Jesus o Cristo (o Messias, o Salvador e o maior dos reis). 

De fato, o Pai estava dizendo que  Jesus é Deus, ele é divindade, Ele tem atributos divinos, Ele é o único a ser obedecido como Governante! Verdadeiramente, Ele é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis (Apocalipse 17:14)!

5. A Ressurreição de Cristo: Cumprimento da Profecia

Pedro citou Davi, conforme registrado no Salmo 110: 1.
  • a. Nesse salmo, o Senhor (literalmente, Javé ) falou com alguém a quem Davi se referia como " meu Senhor "
  • b. Visto que Davi se referiu a essa pessoa como SENHOR , ele era obviamente alguém superior a Davi.
De fato, os judeus reconheceram isso como um salmo que previa algo sobre o Messias, o Cristo (cf. Mt 22: 41-46; Lucas 20: 41-44). 

Pedro usou o Salmo 110:1 como mais uma evidência das escrituras para provar que Jesus era o Cristo profetizado, o Messias! 

O que Pedro queria demonstrar? Seu raciocínio lógico era o seguinte: Jesus foi exaltado para a mão direita de Deus (v33). Davi profetizou que o Cristo estaria à direita de Deus (v34-35; Salmo 110:1). Portanto, Jesus foi o Cristo que cumpriu esta profecia!

6:  A Ressurreição de Cristo:  Exaltado e Entronizado.

  • Ele foi crucificado.
  • Seu corpo não se deteriorou na tumba.
  • Seu espírito não permaneceu no Hades.
  • Ele é mencionado como ressuscitado por Deus dentre os mortos.
  • O Cristo de Deus. Ele agora está na mão direita do pai.
A única conclusão legítima que podemos ver é que Jesus, o Cristo, está no céu à direita de Deus, como o cumprimento desta profecia. 

E nessa posição de poder e autoridade, Ele está governando como Rei sobre Seu reino.

Você pode imaginar o efeito que esse fato teve no coração daqueles que estavam ouvindo Pedro ao permitir que essas palavras inspiradas penetravam em suas mentes?

Pensamos no que significa quando dizemos: "Jesus é meu Senhor e meu Cristo". 

Todos nós seríamos melhores cristãos se pensássemos com mais frequência sobre o que "Jesus é meu Senhor e Cristo" significa.
A Ressurreição de Cristo é a nossa Ressurreição Mateus 28:6


Conclusão

Sem a ressurreição, não haveria evangelho, salvação, cristianismo e nenhuma mensagem de esperança para os homens.

Como cristãos, devemos não apenas acreditar na ressurreição (Romanos 10: 9), mas também devemos saber porque cremos! Nossa fé se baseia em fatos e o maior fato de todos é que "DEUS ... ressuscitou Jesus" (Atos 5:30) e por meio de Cristo vem a nossa ressurreição da morte no pecado.





👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva é Bacharel em Teologia e Professor de Homilética sendo Pós-Graduado em Educação pela UFF. Entusiasta do trabalho de evangelização e divulgação da Palavra de Deus.
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)