Publicidade

Lições sobre a Rejeição: O Exemplo de Cristo Marcos 6:1-13

 Rejeição de Jesus em Nazaré! Marcos 6:1-13

A rejeição pode ser uma experiência dolorosa e desafiadora, mas, como discípulos de Jesus, temos a oportunidade de aprender com Ele como lidar com essa situação. 

Jesus enfrentou a rejeição do povo de sua cidade natal. Eles eram pessoas muito próximas de Jesus, mas por serem muito familiares a Ele e por falta de fé, rejeitaram Seus ensinos. O familiar passou a ser motivo de rejeição. Jesus ficou surpreso com a falta de fé deles.

Jesus enfrentou a rejeição do povo de sua cidade natal.

De onde Jesus veio antes de vir para sua cidade natal?


“Dali” significa da casa de Jairo (Marcos 5:22).
É a ponte de Marcos da casa de Jairo para a cena em Nazaré.
Os mesmos padrões também aparecem em Marcos 7:24; 9:30; e 10:1.

Por que as pessoas ficaram maravilhadas quando Jesus estava ensinando na sinagoga?

O povo escandalizou-se com a origem humilde de Jesus. Eles não podiam acreditar nele pelo que o conheciam desde criança e conheciam bem sua família.

Na opinião deles, ele não passava de um artesão comum. Seu conhecimento físico de Jesus os impedia de ter um conhecimento espiritual dele.

O que o relato de Marcos nos diz sobre a reação de Jesus à rejeição?


Não é que Jesus não tem poder para fazer milagres em Nazaré (Marcos 6:5), mas ele optou por não fazê-lo nessa situação.

Deus e seu Filho podem fazer tudo, mas escolhem se limitar de acordo com a resposta humana.
Jesus não era o tipo de milagreiro cujo propósito principal era impressionar seus espectadores, embora Jesus tenha curado alguns.

  • (1-6) A razão pela qual as pessoas em sua cidade natal rejeitaram Jesus foi por causa de sua falta de fé.
  • (1) Jesus foi para sua cidade natal acompanhado de seus doze discípulos.
  • (2-3) A razão pela qual as pessoas não acreditaram nele foi porque menosprezaram seu passado.
  • (4-6) Jesus os deixou porque, em sua falta de fé, eles o rejeitaram.

As rejeições não fizeram com que Jesus parasse de pregar.

No versículo 6 diz: “ E admirou a incredulidade deles. Então Jesus foi ensinando de aldeia em aldeia.”
Por causa da falta de fé das pessoas, Jesus deixou sua cidade natal e continuou a ensinar em outros lugares. Não havia nada que pudesse impedir que Jesus parasse de ensinar.

Como a instrução de Jesus nos fala sobre a missão?

A necessidade de confiar em Deus para sua provisão. Totalmente dependente somente de Deus.

Haverá rejeição enfrentada na missão. Aqui, em particular, o povo da cidade natal de Jesus o rejeitou.

 A rejeição de Jesus pelos seus próprios conterrâneos (Lucas 4:14-30), a rejeição dos discípulos e a resposta de Jesus (João 6:60-69) e o exemplo de Jesus diante da rejeição (1 Pedro 2:4-8).

1: A rejeição de Jesus pelos seus próprios conterrâneos (Lucas 4:14-30)

Na passagem em Lucas, Jesus retorna à sua cidade natal de Nazaré e compartilha a Palavra de Deus na sinagoga. No início, todos estavam admirados com suas palavras, mas quando Jesus falou sobre como Deus também estava atuando entre os gentios, a reação deles mudou drasticamente. Eles o rejeitaram, questionando sua autoridade e profetizando sua rejeição e sofrimento. Essa experiência nos ensina que a rejeição pode vir até mesmo daqueles que conhecemos e amamos. No entanto, Jesus nos mostra que devemos continuar fiéis à verdade, mesmo diante da rejeição.

2: A rejeição dos discípulos e a resposta de Jesus (João 6:60-69)

Nesta passagem em João, Jesus ensina sobre Sua carne e Seu sangue, afirmando que aqueles que comem Sua carne e bebem Seu sangue têm vida eterna. Essas palavras causaram desconforto e confusão entre alguns dos discípulos, levando muitos a abandonarem Jesus. No entanto, quando Jesus perguntou aos Doze se também desejavam partir, Pedro respondeu com palavras inspiradas pelo Espírito Santo: "Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna." Jesus nos ensina que, mesmo diante da rejeição de outros, devemos permanecer firmes na fé, confiando na Sua palavra e no Seu chamado para segui-Lo.


Veja também

3: O exemplo de Jesus diante da rejeição (1 Pedro 2:4-8)

O apóstolo Pedro nos lembra que Jesus, o próprio Filho de Deus, experimentou a rejeição durante Sua vida terrena. Ele foi rejeitado pelos líderes religiosos, pelo povo e até mesmo pelos Seus discípulos mais próximos. No entanto, Jesus não retaliou nem desistiu. Ele permaneceu fiel ao propósito do Pai e ao Seu amor por nós. Pedro nos exorta a seguir o exemplo de Jesus, a confiar em Sua justiça e a não nos surpreendermos quando enfrentarmos rejeição por causa de nossa fé. Jesus nos ensina a amar e perdoar, mesmo quando som




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva é Bacharel em Teologia e Professor de Homilética sendo Pós-Graduado em Educação pela UFF. Entusiasta do trabalho de evangelização e divulgação da Palavra de Deus.
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)