Publicidade

Seis Coisas que Deus fez com Adão e Eva após a queda

 

Seis Coisas que Deus fez com Adão e Eva após a queda


Exploraremos os primeiros capítulos da Bíblia, especificamente o encontro transformador de Deus com Adão e Eva após a queda no jardim. Nestes eventos, encontramos não apenas um relato histórico, mas lições profundas sobre o relacionamento restaurador que Deus busca conosco.

Publicidade

I. Ele veio até eles (Gênesis 3:8):

A primeira ação de Deus após a queda foi vir até Adão e Eva. Em Gênesis 3:8, lemos que "ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim." Mesmo após o pecado, Deus não se afastou. Isaías 59:1-2 nos lembra que não é a nossa iniquidade que impede a comunhão com Deus, mas são os nossos pecados que nos separam Dele.


II. Ele os chamou (Gênesis 3:9-10):

Deus não apenas veio, mas chamou por Adão e Eva. Em Gênesis 3:9, Ele pergunta, "Onde estás?" Este chamado ressoa ainda hoje. Em Mateus 11:28-30, Jesus nos convida: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei." E em Apocalipse 22:17, a oferta de Deus permanece aberta: "Aquele que tem sede venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida."


III. Ele os confrontou (Gênesis 3:11):

Deus confrontou Adão e Eva com a verdade sobre seus atos. Assim como Tiago 1:22-25 nos exorta a ser "praticantes da palavra e não somente ouvintes," Deus nos confronta amorosamente para que possamos enfrentar nossas ações diante Dele.


IV. Ele os castigou (Gênesis 3:12-20):

Houve consequências para o pecado, mas mesmo no castigo, vemos a graça de Deus. O castigo é uma expressão do amor disciplinador do Pai. Em Hebreus 12:6, lemos: "Pois o Senhor corrige a quem ama e açoita todo aquele a quem aceita como filho."


V. Ele os cobriu (Gênesis 3:21):

Deus, em Sua misericórdia, cobriu Adão e Eva com peles de animais. Esse ato simboliza a cobertura de nossos pecados por meio do sacrifício. Apocalipse 3:5,18 reforça a ideia de cobertura espiritual e vestes lavadas no sangue do Cordeiro.

Deus ordenou o afastamento do jardim para proteger a humanidade do acesso à árvore da vida no estado pecaminoso. Esta ordem reflete Sua sabedoria divina. Do mesmo modo, Deus nos orienta hoje através de Sua Palavra para nos afastarmos do mal.




Veja também

Conclusão

Concluindo, o relacionamento de Deus com Adão e Eva após a queda ilustra o Seu desejo de restaurar, redimir e guiar Seu povo. Que possamos responder ao chamado, confronto e cobertura de Deus, seguindo Suas ordenanças com um coração obediente.

Que a graça e o amor de Deus nos envolvam enquanto buscamos viver em comunhão restaurada com nosso Pai celestial.




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva. Professor de Homilética e Teologia do Antigo Testamento. Pós-Graduado em Educação pela UFF.
0 comments:
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)