Publicidade

Pregação sobre o Carnaval: Escolhendo a Santidade Cristã

 "O Carnaval é uma Festa Profana: Escolhendo a Santidade Cristã"

O que é carnaval? 

A definição do carnaval é afetada pela dificuldade em separar a definição da descrição especialmente porque a descrição varia histórica e contextualmente. 

O Carnaval mudou através dos anos e tem componentes diferentes em lugares diferentes.  A abordagem observacional inclui identificar o que foram ingredientes consistentes ao longo dos anos. 

A palavra 'carnaval' vem de origem latina e significa “adeus à carne” !"festa da carne", uma palavra cunhada para refletir uma prática onde as pessoas eram encorajadas a entreter os desejos da carne, abandonar as restrições, ignorar a discrição e desrespeito aos limites como um último “viva” antes de uma temporada de abnegação e disciplina cristã. 

Relacionado em significado, está o termo Mardi Gras (francês para 'terça-feira gorda'), que era o nome francês para aquela última oportunidade de indulgência antes da Quarta-feira de Cinzas e da Quaresma. Alguns viram isso como uma espécie de purga, um tempo para se livrar do pecado.

Direcionaremos nossa atenção para uma reflexão sobre o Carnaval, uma festa que, muitas vezes, é marcada por gratificações carnais, indulgência excessiva e influências mundanas. 

À medida que consideramos as Escrituras, percebemos que a celebração do Carnaval pode ser incompatível com a chamada à santidade que recebemos como cristãos. Vamos explorar esses pontos e buscar entender como podemos honrar a Deus em nossas celebrações.

Publicidade

I. O Foco nas Gratificações Carnais: Gálatas 5:19-21

O apóstolo Paulo nos adverte claramente sobre as obras da carne em Gálatas 5:19-21. O Carnaval, muitas vezes, se destaca pelo foco nas gratificações carnais, que incluem imoralidade, impureza, lascívia, idolatria e bebedices. Devemos questionar se nossas celebrações estão alinhadas com as Escrituras ou se estão mergulhadas em práticas que desagradam a Deus.


II. A Tentação à Indulgência Excessiva: 1 Coríntios 6:12

Paulo, em sua carta aos coríntios, destaca que, embora todas as coisas sejam lícitas, nem todas são proveitosas ou edificantes. O Carnaval, com sua ênfase na indulgência excessiva, pode nos levar a ultrapassar limites saudáveis. Devemos avaliar se estamos exercendo o domínio próprio em nossas celebrações ou caindo na armadilha da indulgência desenfreada.


III. A Incompatibilidade com a Santidade Cristã: 1 Pedro 1:16

A chamada à santidade é central na mensagem do Novo Testamento. O apóstolo Pedro, citando o Antigo Testamento, exorta-nos em 1 Pedro 1:16 a sermos santos, pois Deus é santo. O Carnaval, muitas vezes marcado por comportamentos contrários à santidade, nos desafia a considerar se nossas celebrações estão em conformidade com a santidade que Deus requer de Seu povo.


IV. O Cuidado com a Influência Mundana: Romanos 12:2

A influência do mundo pode moldar nossas celebrações de maneiras que comprometem nossa identidade cristã. Romanos 12:2 nos instrui a não nos conformarmos com o padrão deste mundo, mas a sermos transformados pela renovação de nossa mente. Precisamos ser conscientes da influência do Carnaval e buscar celebrações que reflitam valores cristãos.


V. A Busca por Prazer Passageiro: Provérbios 14:13

O Provérbios 14:13 nos alerta sobre o prazer passageiro, indicando que, mesmo nas risadas, o coração pode estar triste. O Carnaval, com sua busca intensa por prazer imediato, pode deixar um vazio duradouro. Devemos avaliar se nossas celebrações estão proporcionando alegria genuína ou apenas prazer temporário.


VI. A Importância de Avaliar Nossas Escolhas: 1 Coríntios 10:23

Embora todas as coisas sejam lícitas, nem todas são edificantes. 1 Coríntios 10:23 destaca a importância de avaliarmos nossas escolhas à luz de seu impacto em nossa própria vida e na vida daqueles ao nosso redor. Nas celebrações do Carnaval, devemos questionar se nossas escolhas estão edificando e glorificando a Deus.


VII. A Necessidade de Discernimento Espiritual: 1 João 4:1

O apóstolo João nos lembra, em 1 João 4:1, da importância do discernimento espiritual. Devemos avaliar as influências por trás das celebrações do Carnaval e discernir se elas estão alinhadas com os princípios de Deus. A busca pelo discernimento espiritual nos ajuda a fazer escolhas que glorificam a Deus.


VIII. A Busca por Celebrações que Honrem a Deus: 1 Coríntios 10:31

O apóstolo Paulo encoraja-nos em 1 Coríntios 10:31 a fazer tudo para a glória de Deus. Isso inclui nossas celebrações. Se optarmos por celebrar, devemos fazê-lo de maneira que honre a Deus, seja edificante e reflita os valores do Reino. Que nossas celebrações sejam oportunidades para glorificar a Deus em tudo o que fazemos.

Pregação sobre o Carnaval: Escolhendo a Santidade Cristã

Leia também

  1. 5 maneiras de Fugir das Coisas Pecaminosas 
  2. 5 Maneiras de Como Vencer o Pecado
  3. Pecado começa no Coração e na Mente Mateus 15:19

Conclusão:

Amados, ao considerarmos o Carnaval, lembramos a importância de avaliar nossas celebrações à luz das Escrituras. Que possamos buscar celebrações que promovam a santidade cristã, evitem indulgências excessivas e honrem a Deus em tudo. Que nossas escolhas reflitam a transformação que Deus opera em nossas vidas, e que possamos glorificá-Lo em todas as nossas celebrações.




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva. Professor de Homilética e Teologia do Antigo Testamento. Pós-Graduado em Educação pela UFF.
0 comments:
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)