Publicidade

Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.

Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.

“Vaidade das vaidades”, diz o Pregador; “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.”   Tendo sido abençoado com grandes recursos materiais e sabedoria, o Pregador em Eclesiastes foi capaz de explorar todos os caminhos em sua busca.

Que proveito tem o homem com todo o seu trabalho que ele labuta debaixo do sol? Ele compartilha conosco os resultados de sua própria investigação.

A busca do pregador pelo sentido da vida (Eclesiastes 1: 4-2: 26) através de observações da Vida do Pregador (3: 1-6: 12) ele nos apresenta o Conselho do Pregador para a Vida (7: 1-12: 7).

1. A vida sem Deus é a vaidade final.

  • A vaidade do prazer - Eclesiastes 2: 1
  • A vaidade da indústria (trabalho) - Eclesiastes 2: 11,22-23; 4: 4
  • A vaidade da sabedoria humana - Eclesiastes 2:15
  • A vaidade de toda a vida - Eclesiastes 2:17
  • A vaidade de deixar uma herança - Eclesiastes 2: 18-21
  • A vaidade da existência terrena - Eclesiastes 3: 19-21
  • A vaidade de adquirir riquezas sobre a família - Eclesiastes 4: 7-8
  • A vaidade da popularidade política - Eclesiastes 4:16
  • A vaidade de muitos sonhos e muitas palavras - Eclesiastes 5: 7
  • A vaidade da abundância amorosa - Eclesiastes 5:10
  • A vaidade da riqueza sem o dom de Deus para desfrutá-la - Eclesiastes 6: 2
  • A vaidade do desejo errante - Eclesiastes 6: 9
  • A vaidade do riso tolo - Eclesiastes 7: 6
  • A vaidade da injustiça nesta vida - Eclesiastes 8:14
  • A vaidade dos dias de escuridão - Eclesiastes 11: 8
  • A vaidade da infância e da juventude - Eclesiastes 11:10
O autor não é totalmente pessimista, pois mostra que temer a Deus leva à satisfação genuína.
Toda a passagem defende a virtude da sabedoria divina de contentamento que se submete a observação de que Deus é a fonte da adversidade, bem como do prazer.

Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.


2. A satisfação só pode vir quando alguém teme a Deus. 

Como alguém pode encontrar a verdadeira satisfação?

Embora as pessoas queiram aproveitar a vida, eles devem lembrar que o futuro trará Deus a julgamento (11: 9-10). Depois de dar uma bela descrição da velhice (12: 1-8) e encorajar o leitor a temer a Deus na juventude, declara sua conclusão. Uma pessoa tem o dever de temer a Deus (versos 13-14). O prazer explodirá como uma bolha e, sem Deus, a pessoa finalmente não terá nada. 

“Então olhei para todas as obras que minhas mãos haviam feito E para o trabalho em que eu labutei; E, de fato, tudo era vaidade e desejo do vento. (2:11).

Conclusão

"Vamos ouvir a conclusão de todo o assunto: Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos, pois este é todo o dever do homem." (Eclesiastes 12:13)

A vaidade é verdadeira quando olhamos para a vida puramente de uma perspectiva terrena. Deixe Deus fora da equação, e a vida será uma verdadeira vaidade!


Versões Bíblicas consultadas ou citadas: Almeida Revista e Atuzalizada ARA-SBB, Almeida Revista e Corrigida ARC-SBB, Bíblia Livre (BLIVRE), Tradução livre do Inglês e outras citadas no texto.



👉 Cursos Indicados:




Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe

Autor
Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Boas Novas - FATEP.


Publicidade
0 comentários:
 

Pesquisar
Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade | Espanhol

Hoje no Brasil há muitas Igrejas Evangélicas como a Igreja Batista, Assembléia de Deus, Presbiteriana, Adventista do Sétimo Dia, Maranata e outras.

1 e 2 Reis 1 e 2 Crônicas 1 e 2 Pedro 1 e 2 Samuel 2 Timóteo Atos Daniel Eclesiastes Efésios Esdras Êxodo Filipenses Gênesis Hebreus Isaías Jeremias Jó João Jonas Josué Lucas Malaquias Mateus Números Provérbios Salmos Sofonias Zacarias

voltar