Publicidade

Orar Pelos enfermos é um ato de Fé! Tiago 5:13-18

Orar Pelos enfermos é um ato de Fé!  Tiago 5:13-18

Em uma espécie de passagem rápida, Tiago nos exorta nestes últimos 8 versículos de sua carta
a em todos os momentos e em todos os lugares parar, orar e agir!

  • Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; Tiago 5:14

De modo geral, no versículo 13, ele chama à oração: Quem sofre deve orar. Incluído
este termo “sofrimento” é entendido de uma forma muito geral e inclui todos os sofrimentos possíveis.

Publicidade

1. Orar Pelos enfermos é um ato de Fé intervenção divina

Tiago nos encoraja a fazer uma oração a partir de cada situação em nossa vida. Ele faz este convite geral para orar em todas as situações, ele se complementa com o próximo versículo, dizendo para orar especialmente para os enfermos da igreja: Há alguém entre vocês fracos?. E eles deveriam orar por ele, ele no nome do Senhor com óleo. 

A oração da fé salvará os enfermos e os Senhor o levantará e se ele cometeu pecados, eles serão perdoados.

A necessidade de oração

  • 1. A oração é necessária para que Deus intervenha. ( Mt 17,19-21; Ato 4, 23-31; Tiago 4,1-2)
  • 2. A oração é necessária para que meu coração se alinhe com Deus.(Salmo 73,28 - em conexão com todo o salmo; Salmo 145,18; Jo 15,7; Salmo 66: 16-20)
  • 3. A oração é necessária para que a igreja cresça em Cristo.
  • 4. A oração é necessária para que Deus seja glorificado. (João 14:13)

2. Orar como Igreja Pelos enfermos é um ato de Fé.

A Igreja é o Corpo de Cristo e está revestida do Poder de Cristo através do Espírito Santo. 

É uma ação recíproca de fé. Eu oro por você e você ora por mim.  O ministério de intercessão – importância do serviço cristão, trabalho da igreja (libertação, salvação, cura, sustento da igreja…) promove a comunhão entre os irmãos (serviço de amor) atender aos necessitados.

Em Tiago 5: 13-18 Conselhos dados sobre curas. A seção não contém nenhum comando direto para curar outras pessoas. Em vez disso, consiste em orar em caso de doença e a promessa de Deus pelo poder de cura. 

O texto é importante porque esta instrução aqui não está explicitamente vinculado à condição de um dom de cura, mas a oração da igreja.

Em caso de doença física, os experientes oram intercedendo por ele e ungindo-o com óleo. 

Com a unção eles mostram que ainda faz parte da comunidade cristã pertence à minha comunidade e Deus quer trabalhar nele. 

Isso se aplica mesmo se há uma conexão entre doença e pecado. Como consequência Tiago chama esse procedimento de cura da doença, restaurando de posição de poder e perdão dos pecados. Esperança física. A recuperação é significativamente fortalecida.

3. Orar Pelos enfermos é um ato de Fé no Poder de Cristo

  • E, em qualquer cidade em que entrardes, e vos receberem, comei do que vos for oferecido. E curai os enfermos que nela houver, e dizei-lhes: É chegado a vós o reino de Deus. Lucas 10:8,9

Neste versículo, Jesus está comissionando os discípulos a realizar milagres de cura e a proclamar a chegada do Reino de Deus. A instrução para curar os enfermos está intrinsecamente ligada à demonstração do poder e da autoridade de Cristo sobre a doença e a aflição. Ao orar pelos enfermos e vê-los serem curados, os discípulos testemunhariam o poder e a presença do Reino de Deus naquele momento.

A Bíblia nos diz:

  • Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Tiago 5:16

Orar pelos enfermos é, portanto, um ato de fé no poder de Cristo. É um reconhecimento de que Jesus é o único que tem a capacidade de trazer cura e restauração. 

Ao orarmos pelos enfermos, estamos colocando nossa confiança em Jesus como o verdadeiro Médico divino, que pode trazer alívio, cura e restauração para qualquer doença ou enfermidade.

Esse ato de fé também nos desafia a buscar a vontade de Deus em nossas orações. Embora nem sempre compreendamos totalmente os propósitos de Deus em relação à saúde e à cura, orar pelos enfermos é um ato de submissão à Sua soberania e um convite para que Ele intervenha e atue em conformidade com a Sua vontade perfeita.

Orar Pelos enfermos é um ato de Fé! Tiago 5:13-18



Veja também

  1. Jesus nos ensina a Orar João 17: 9
  2. Aprenda a orar como Jesus orou João 17: 1-26
  3. O Crente que passa pela Fornalha! Daniel 3: 19-30
  4. Epístola de Tiago: Estudo, Esboço e Resumo

Conclusão

Com isso, indicamos que estamos cientes do fato de que “todo bom presente e todo presente perfeito ”vem de nosso PAI (Tiago 1:17) .Portanto, nossas orações é um sinal de dependência de DEUS. Porque nó sem todas as situações e sempre dependentes DELE, estamos em todas as Situações sempre suplicantes juntamente com a igreja de Deus na Terra.




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva é Bacharel em Teologia e Professor de Homilética sendo Pós-Graduado em Educação pela UFF. Entusiasta do trabalho de evangelização e divulgação da Palavra de Deus.
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)