Publicidade

Epístola de Tiago: Estudo, Esboço e Resumo

Resumo de Tiago - Novo Testamento

Segundo Rick Griffith o título grego, “De Tiago” ( ' Iakw,bou Jacobou ), é uma forma abreviada do título inicial, “Epístola de Tiago” ( ' Iakw,bou ' Epi,stolh Jacobou Epistole ). Jacobos ( ' Ia,kwboj BAGD 367b, d) é a forma grega do nome hebraico Jacó ( bqo[}y:) .

Quem foi o autor da Carta de Tiago?


A visão tradicional de 1:1 é que o autor é Tiago, o Justo, o meio-irmão de Jesus que creu em Cristo em sua ressurreição (1 Cor. 15:7) e logo liderou a igreja de Jerusalém (Atos 12:17; 21:18; Gálatas 1:19).  

A tradição da igreja primitiva atribui a carta a Tiago, o Justo (que não era apóstolo), embora dois outros homens chamados “Tiago” fossem apóstolos (Tiago, irmão de João, e Tiago, filho de Alfeu). Orígenes, Eusébio, Cirilo de Jerusalém, Atanásio, Agostinho e muitos outros escritores antigos sustentaram a autoria de Tiago, o Justo (Azul, BKC , 2:816).

Autor . O autor desta epístola identifica-se como "Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo.

  • Tiago 1: 1a afirma que Tiago um servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo
  • Cinco Tiagos são mencionados no NT
  • É provável que este Tiago seja o irmão [meio-irmão] de Jesus Mt 13:55. Quem aparentemente se torna um crente e um líder na igreja Ac12 17 e 15 1

"Muitos estudiosos concordam que o livro de Tiago foi escrito por Tiago, o Justo, irmão de nosso Senhor (Mateus 13:55; Gal. 1: 9) e líder da mãe Igreja em Jerusalém (Gal. 2: 9).

Tiago, o Justo, é chamado simplesmente de “Tiago” em Atos 12:17; 15:13; 21:18 e em outros lugares (cf. 1 Cor. 15:7; Gal. 2:12).

Data carta de Tiago

  • Tiago é proeminente no conselho de Jerusalém em 49 DC e nenhuma menção na carta
  • Tiago é mencionado em At 12:17 após a morte de Tiago, irmão de João, em 44 dC
  • Assim, a carta foi provavelmente escrita entre 44 e 49 DC
As opções tradicionais para datar Tiago se dividem em dois períodos iniciais: 40-49 dC ou 50-62 dC (Davids, 2; Guthrie, 761-764; Hiebert, 52-53). Tiago, o Justo, presidiu como líder da igreja de Jerusalém de 40 d.C. até seu martírio em 62 d.C

Ausência de referência à queda de Jerusalém ( 70 d.C. ) e a controvérsia judaico-gentia ( 49 d.C. ) apóiam uma data anterior a 49 d.C.

  •  a epístola mostra a organização primitiva da igreja (3:1; 5:14, 15), 
  • um tom judaico (1:11; 2:8, 11, 23; 4:6), 
  • pobreza dentro da igreja (1:27-2: 13), 
  • nenhuma referência a gentios na igreja (1:1; 2:2) e 
  • perseguição de cristãos judeus (1:2ss.). 

Objetivo e a situação da igreja


Aparentemente se reuniam regularmente na sinagoga (2:2) 

Os ricos entre eles (1:10) exploravam (2:1-13) os pobres dentro da congregação (1:9; 5:1-6). Isso levou a reclamações (4:11-12; 5:9-10) e brigas entre si (4:1-3). 

Os destinatários também evidenciaram uma visão mundana (4:4-10) e materialista (4:13-17) que carecia de compaixão (2:15-16), então Tiago escreveu para mostrar que a fé demonstrada por meio de boas ações justifica sua validade diante dos homens (2:14-26).


Existem seis blocos de ensino principais

  • 1: 21-25 cumpridor da palavra
  • 2: 1-13 não sendo parcial para os ricos
  • 3: 14-26 justificando a fé e as obras
  • 4: 1-12 a língua
  • 5: 1-6 denúncia de ricos opressores
  • 6 Oração 5: 13-18

Saudação: o servo de Deus se endereça aos crentes

A epístola foi escrita em Jerusalém, provavelmente por volta de 61 d.C "às doze tribos espalhadas pelo exterior", que indica que ele estava escrevendo de Jerusalém para os judeus da "dispersão" e "meus irmãos"indica que esses eram cristãos judeus vivendo longe de Jerusalém.

I. Suportando as tentações, 1: 2-27
A. A Atitude Essencial em Provações e Tentações: Alegria, 1: 2-4
B. O caminho para vencer provações e tentações, 1: 5-12
C. A Origem das Provações e Tentação, 1: 13-18
D. Os preparativos necessários para suportar provações e tentações, 1: 19-27.

Publicidade

II Favoritismo - Fé e Obras, 2: 1-26
A. Tentação 1: Mostrando Parcialidade e Favoritismo, 2: 1-13
B. Tentação 2: professar fé sem obras, 2: 14-26

III Guarda a Língua, 3: 1-18
A. Mau uso da língua, 3: 1-12
B. Incompreensão e Torção da Verdadeira Sabedoria, 3: 13-18.


IV Tentações e Ensaios: Superação Triunfante, 4: 1-10
A. As Causas da Tentação e dos Erros, 4: 1-6
B. O caminho para vencer a tentação, 4: 7-10

V. Submetei-vos a Deus, 4: 11-5: 6
A. O juiz - Julgando os outros, 4: 11-12
B. Ostentando autossuficiência, 4: 13-17
C. O homem rico - acumular riqueza, 5: 1-6

VI Paciência, 5: 7-20
A. Seja paciente - persista - mantenha os olhos focados no retorno do Senhor, 5: 7-11
B. tome cada circunstância e responda adequadamente, 5: 12-20

Epístola de Tito: Estudo, Esboço e Resumo



Série de estudos e pregações sobre Tiago

O Livro de Tiago especifica seus leitores como “as doze tribos que estão dispersas no exterior” (1:1). A origem do livro não é declarada especificamente, mas a visão tradicional é que Tiago, o Justo, escreveu uma epístola geral de Jerusalém aos cristãos judeus espalhados por todo o Império Romano.

Para alguns estudiosos teria sido escrito para Judeus.

Acreditamos que Tiago escreveu de Jerusalém para cristãos judeus que viviam fora de Israel. Pode ser que Pedro tenha escrito para cristãos judeus no Ocidente (1 Pedro 1:1), enquanto Tiago se dirigiu a cristãos judeus no Império do Oriente, na Babilônia e na Mesopotâmia (Jones, 319; Blue, BKC , 2:816). Outros acreditam que essas congregações judaicas estavam na Síria (cf. Atos 11:19).

Essas condições deploráveis ​​na igreja levaram Tiago a escrever uma epístola geral como um apelo ao cristianismo vital. O propósito não é um tratado doutrinário, mas ético (prático) para forçar os crentes a examinar se suas atitudes e ações demonstram a realidade de sua fé em Cristo. Seus conceitos-chave podem ser resumidos na exortação para “sede praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (1:22), bem como na declaração de que “a fé sem obras é inútil” (2:20b).

Esboço do Livro de Tiago

Fé Testada pelas Provações - Capítulo 1
Fé Mostrada pelas Obras - Capítulo 2
Fé Comprovada pela Conduta - Capítulos 3-4
Com fé vem perseguição - Capítulo 5

Aproveite este resumo para preparar sermões e aulas da Escola Bíblica Dominical




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva é Bacharel em Teologia e Professor de Homilética sendo Pós-Graduado em Educação pela UFF. Entusiasta do trabalho de evangelização e divulgação da Palavra de Deus.
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)