Lições da História de Caim e Abel na Bíblia. Genêsis 4: 1-15

Caim e Abel trazem uma oferta ao Senhor. 


A de Abel é trazida com fé (Hebreus 11: 4), mas João nos diz que o coração de Caim era mau (1 João 3:12).

O ponto real da história é o efeito do pecado na vida de uma pessoa. 

Caim enfrenta a escolha universal e escolhe o mal. 

Caim matou Abel: Os versos 6-8 de Gênesis 4 trazem um episódio da maior história envolvendo a vida de Caim. O texto usa apenas um verso para narrar o ato trágico e hediondo de Caim assassinando seu irmão. 


Lições da história de Caim e Abel


1. Caim e Abel eram filhos de Adão e Eva (Gênesis 4)

Eva concebeu e deu à luz a Caim, dizendo aquiri um homem pelo SENHOR e depois deu à luz a seu irmão Abel (Genêsis 4: 1-2). 


2. Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra. 


Os dois filhos, ao contrário de seus pais no Éden, subsistiam com o trabalho de suas mãos. Dentre os frutos de seus trabalhos eles reconheceram a bênção divina, e sentiram gratidão a Deus por Sua recompensa.


Leia o Resumo e Esboço completo do Livro de Daniel


Publicidade

3. Caim e Abel ofereceram sacrifícios


Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR e Abel trouxe também dos primogênitos de suas ovelhas, e de sua gordura. E olhou o SENHOR com agrado a Abel e à sua oferta (versículos 3-4). Suas ofertas foram espontâneas.  Abel é caracterizado como trazendo "o melhor dos primogênitos de seu rebanho" e Caim é simplesmente denominado como vindo "do fruto do solo", sem maiores detalhes. Abel parece ter demonstrado uma qualidade de coração e mente que Caim não possuía.  


4. Deus não aceitou o sacrifício de Caim.

Abel trouxe dos primogênitos do seu rebanho e da sua gordura; e para fazer isso, um sacrifício tinha que ser feito. 

Hebreus 11: 4 nos diz que pela fé, Abel ofereceu Deus é um sacrifício mais excelente que Caim. 

Ele não disse que Abel foi melhor, mas que a oferta que ele deu foi agradável e aceitável para o Senhor.  Mas Deus não olhou com bons olhos a Caim e à sua oferta. E irritou-se Caim em grande maneira, e decaiu seu semblante.

Talvez Deus não tenha aceitado a oferta de Caim porque sua atitude estava errada. A passagem sugere isso, com o consequente ciúme e assassinato de seu irmão. Caim pode não ter percebido que Deus está tão preocupado com o coração quanto com as ações.

Um diálogo surge em 4: 6-7 com uma série de perguntas de Deus a Caim, 
  • Por que te irritaste, e por que se mudou teu rosto? 
  • Se bem fizeres, não serás aceito? 


5. Caim ficou irritado



Mas Deus continua afirmando que se não fizeres bem, o pecado está à porta e contra ti (Caim) será o seu desejo, porém tu deves dominá-lo. Deus é aparentemente consciente dos motivos e sentimentos ocultos de Caim, e afirma estes à luz de "fazer o bem" ou "não fazer o bem". 

Deus o instrui a fazer o que é certo e se arrepender. Mas ele iria? De jeito nenhum! Em vez disso, ele atrai Abel para o campo e o mata.


6. Caim matou Abel


O que estava prestes a acontecer, aconteceu. 

E falou Caim a seu irmão Abel...e aconteceu que estando eles no campo, Caim se levantou contra seu irmão Abel, e o matou.

O resultado trágico é que o pecado leva a mais pecados e as gerações vindouras são afetadas. Logo veremos a destruição da humanidade por causa disso.

Deus chama Caim para prestar contas, mas Caim rejeita toda responsabilidade (vs 9-11).  Um segundo diálogo vai acontecer em 4: 9-15
  • Onde está Abel teu irmão? 
  • E ele respondeu: Não sei; sou eu guarda de meu irmão?.   
  • Disse Deus: Maldito sejas tu da terra que abriu sua boca para receber o sangue de teu irmão de tua mão.

7. A maldição de Caim e a Proteção de Deus


Punido por Deus com uma grave maldição (v 12) de que quando lavrasse a terra, não teria a sua força: errante e fugitivo andaria na terra, ainda assim, o irmão matador recebe a promessa de receber a proteção de Deus (v 15). Garantiu-lhe o SENHOR   que qualquer um que matar a Caim, sete vezes será castigado. Em seguida, segundo o texto Deus pôs sinal em Caim, para que não o ferisse qualquer um que o achasse. Deus quer ser o guardião do homem quem não queria ser o guardião de seu irmão. 

É para cada Estudioso da Bíblia claramente que o sinal de Caim, em Ao contrário da carga que os locais geralmente atribuem a ela indica uma marca ou simulação. No contexto de Gênesis 4 é claro sobre um sinal que impede os potenciais ameaçadores, e, portanto, oferece proteção.

A história finazaliza saindo Caim de diante do SENHOR, e habitou na terra de Node, ao oriente de Éden.

Caim e Abel

História de Caim e Abel citada no Novo Testamento.


Quando eles estavam no campo, Caim se levantou contra seu irmão e o matou, diz o versículo bíblico”. É isso! Ficamos todos imaginando o que aconteceu. No Novo Testamento a história de Caim e Abel também é citada (1):

  • Jesus citou a história e considerou Abel como o primeiro perseguido e assassinado santo (cf. Mt 23,35; Lc 11,50-51). 
  • O autor de Hebreus refere-se ao sacrifício de sangue de Abel como grande ato de fé (Hb 11: 4). 
  • João menciona Caim como um exemplo supremo de maldade e ódio contrário ao amor (1 Jo 3: 11-12). 
  • Judas fala de homens perversos, que rejeitam a autoridade como pessoas que seguiram “no caminho de Caim” (v. 11). 
Conheça Abimeleque o Rei que repreendeu Abraão.


Referências
1. Caim é Abel Brian Schwertley http://www.reformedonline.com/uploads/1/5/0/3/15030584/cain_and_abel.pdf
2. http://shammai.org/genesis_4_commentaries.pdf
3. In het teken van Kaïn. Een theologische exegese van Genesis HGL Peels 1 (Theologische Universiteit, Apeldoornhttp://www.scielo.org.za/pdf/vee/v29n1/11.pdf


Leia também...
Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilheCompartilhe



Sobre o Autor do Blog: Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Boas Novas - FATEP, professor e pós-graduado em Educação pela Universidade Federal Fluminense - UFF. Frequentou a Assembléia de Deus durante a infância e juventude hoje é membro da Igreja Batista.

Publicidade

Versões Bíblicas consultadas ou citadas:
Bíblia Livre (BLIVRE), Almeida Revista e Atuzalizada ARA-SBB, Almeida Revista e Corrigida ARC-SBB, Outras citadas no texto.

0 comentários:
Postar um comentário

Publicidade
 
Política de Cookies | Política de Privacidade

Missão: Visão missionária (marca da historia da igreja cristã) visa abordar temas como salvação, cristianismo, teologia e histórias bíblicas de uma forma geral, através da internet e redes sociais.

voltar