Estudos Bíblicos OnLine
30/05/2019

Estudo Bíblico: Eliú fala com Jó (32: 1-33: 7)

Publicidade

Eliú permaneceu em silêncio até este ponto por causa de sua juventude, mas agora  fala.  Irritado com Jó se justificando e com a incapacidade dos amigos de Jó para fornecer uma resposta, Eliú se sente compelido  para falar ( 32: 1-33: 7 ).  Acompanhe o esboço de Mark A. Copeland, sobre a fala de Eliú.

 I. Eliú expressa seu desejo de falar (32: 1-33: 7)

    A. PORQUE ELE ESTÁ IRRITADO (32: 1-5)

1. Quando os três amigos de Jó ficam em silêncio, a ira de Eliú é despertada (32: 1-2a)
a.  Eles pararam de responder a Jó porque ele ainda consideravam ele mesmo justo
b.  Eliú, filho de Barachel o Buzite, da família de Ram (cf. Gn 22: 20-21 ), está agora pronto para falar
2. Ele está zangado com Jó e seus três amigos (32: 2b-5)

  • a.  Jó, porque ele se justificou em vez de Deus
  • b.  Com seus amigos, porque eles não deram uma resposta real e ainda condenado Job
  • c.  Ele esperou para falar por causa de sua juventude, mas o o silêncio dos três homens o deixou irritado


 B. POR SABEDORIA NÃO É LIMITADA ÀS IDADES (32: 6-14)

1. Ele evitou falar mais cedo, por causa de sua juventude (32: 6-7)

  • a.  A diferença de idade o fez ter medo de falar
  • b.  Ele acreditava que eles deveriam falar, porque deveria ensinar sabedoria

2. Mas homens idosos nem sempre são sábios (32: 8-9)

  • a.  O sopro do Todo-Poderoso (isto é, o Espírito) também dá compreensão do homem
  • b.  A idade sozinha não garante sabedoria e compreensão de  justiça

3. Portanto, ele declarará sua própria opinião (32: 10-14)

  • a.  Pois ele ouviu atentamente o raciocínio deles
  • b.  No entanto, eles não convenceram Jó ou responderam suas palavras


 C. PARA ELE ESTÁ COMPELIDO (32: 15-22)

1. Por seu silêncio (32: 15-17)

  • a.  Eles estão consternados e as palavras lhes escapam
  • b.  Ele esperou porque eles não falaram
  • c.  Portanto, ele terá sua palavra

2. Pelo espírito dentro dele (32.18-20)

  • a. É como vinho pronto para estourar os odres
  • b.  Ele deve falar para encontrar alívio

3. Por seu desejo de ser imparcial (32.21-22)

  • a.  Sua oração é mostrar parcialidade a ninguém

D. PORQUE ACREDITA QUE ELE PODE AJUDAR JÓ (33.1-7)

1. Ele fala conhecimento puro de um coração reto (33.1-3)

  • a.  Ele pede a Jó para ouvir o que ele diz
  • b.  Suas palavras são sinceras e seu conhecimento é puro

2. Ele pode ser como porta-voz de Jó diante de Deus (33.4-7; cf. 13.20-22)

  • a.  Ele foi criado pelo Espírito de Deus, deixe Jó ver se ele pode responda-lhe
  • b.  Jó não precisa temê-lo, pois ele também foi formadode barro


II.  RESPOSTA DE ELIÚ A JÓ (33: 8-37: 24)


A. DEUS É GRACIOSO (33.8-33)

1. Jó, você está errado em acusar a Deus como seu inimigo (33.8-13).

  • a.  Eliú ouviu Jó professar sua inocência enquanto contava Deus como seu inimigo
  • b.  Isto não está certo, porque Deus é maior que o homem e não responsável pelo homem

2. Deus usa várias maneiras de falar ao homem (33: 14-28)

  • a.  Mesmo que o homem não ouça o que Deus está dizendo
  • b.  Tais como sonhos ou visões, para transformar o homem de volta
  • c.  Tal como castigá-lo com dor
  • d.  Tais como mensageiros especiais

             1) Enviado para libertá-lo da cova
             2) Enviado para restaurá-lo de volta a Deus
3. O propósito de Deus é disciplinar e não simplesmente punitivo (33.29-33)

  • a.  Feito para direcionar o homem para longe do poço
  • b.  Feito para iluminar o homem com a luz da vida
  • c.  Portanto, Jó deveria ouvir um como Eliú para ensiná-losabedoria

Estudo Bíblico: Eliú fala com Jó (32: 1-33: 7)

B. DEUS É APENAS (34: 1-35: 16)

1. Eliú proclama a justiça de Deus (34: 1-37)

  • a.  Ele chama Jó e seus amigos para ouvi-lo
  • b.  Ele repreende Jó

             1) Por acusar Deus de tirar a sua justiça
             2) Por dizer que não aproveita ao homem deleitar-se em Deus

  • c.  Ele proclama que Deus é justo e justo em seus negócios com o homem

1) Longe de Deus fazer maldade ou perverter a justiça
2) Em Seu poder Deus não mostra parcialidade, mas paga o homem de acordo com suas obras

  • d.  Ele cobra Jó com o pecado pela maneira como ele falou contra Deus

2. Eliú condena o raciocínio de Jó (35: 1-16)

  • a.  Ele reprova Jó por pensar que justiça não traz lucro1
  • b.  Ele afirma que Deus é grande demais para ser manipulado pelo homem pequenos feitos
  • c.  Ele afirma que Deus pode não responder aos pedidos de ajuda por causa do orgulho do homem
  • d.  Ele aconselha Jó a ser paciente e esperar pela justiça de Deus,porque Jó tem falado prematuramente e imprudentemente


C. DEUS É GRANDE (36: 1-37: 24)
1. Eliú proclama a bondade de Deus (36: 1-23)

  • a.  Pedindo a Jó para ficar com ele quando ele atribui justiça a Deus
  • b.  Afirmando que Deus pode usar a aflição para atrair os justos para ele mesmo
  • c.  Jó precisa dar atenção, pois ele começou a agir como o hipócritas

2. Eliú proclama a majestade de Deus (36: 24-37: 24)

  • a.  A grandeza de Deus está além da compreensão, como visto no ciclo de chuva
  • b.  A grandeza de Deus é vista no trovão, neve e chuva
  • c.  Em vista de tamanha grandeza, o que o homem pode ensinar a Deus?


Veja também

Fonte:
Esboços executáveis, Mark A. Copeland, 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre | Termos De Uso | Política De Cookies | Política De Privacidade
voltar
Top