João viu um novo céu e uma nova terra: Cidade santa Jerusalém

João viu um novo céu e uma nova terra: Cidade Santa Jerusalém

A Visão de João

No primeiro versículo ele começa dizendo eu “ E eu vi um novo céu e uma nova terra; porque o primeiro céu e a primeira terra [já] passaram; e e [já] não havia mar. 

Resumo da visão da Cidade Santa


  • Aparência geral da Cidade Santa v. 9-11
  • Projeto Exterior v. 12-21a
O próprio João afirma, no versículo 2 que “E eu, João, vi a cidade santa, a nova Jerusalém, descendo do céu [vinda] de Deus, preparada como noiva, adornada para seu marido.”

Publicidade
Então, no terceiro versículo João ouviu uma “grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.  Mais do que isso João traz uma grande promessa, no versículo 4 “E Deus limpará toda lágrima dos olhos deles; 

O que não mais haverá?

Não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem mais haverá dor; porque as primeiras coisas [já] passaram. 




  • “O mar não existia mais” (21: 1)
  • “A morte não existirá mais” (21: 4)
  • “O luto ... não haverá mais” (21: 4)
  • "Chorar [kraugē] ... não existirá mais" (21: 4)
  • “Dor [ponos] não haverá mais” (21: 4)
  • “Todas as coisas amaldiçoadas não existirão mais” (22: 3)
  • “A noite não haverá mais” (22: 5; cf. 21:25)
O que estava assentado sobre o trono, no versículo 5, pediu a João que registrasse que: “ Eis que eu faço novas todas as coisas. E ele me disse: Escreve, porque esta palavras são verdadeiras e fiéis. ”

O primeiro e o último: versos 6 e 7: “Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.  Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. 8 

Segunda morte (fogo e enxofre):


  • aos tímidos, 
  • e aos incrédulos, 
  • e aos abomináveis, 
  • e aos homicidas, 
  • e aos que se prostituem, 
  • e aos feiticeiros, 
  • e idólatras 
  • e a todos os mentirosos, 

João viu:





  • Um dos sete anjos
  • Que tinham as sete taças 
  • Taças cheias das sete últimas pragas;
Ele mostrou a grande cidade, a santa Jerusalém, descendo do céu [vinda] de Deus:

"Nova Jerusalém" (Apocalipse 21:10).


  • "Descer do céu" (21: 1-2).
  • Os cristãos vêm para a "Jerusalém celestial" (Hebreus 12: 22-24).
  • Para a igreja na Filadélfia (Apocalipse 3:12).
  • A igreja é o "Israel de Deus" (Gal. 6:16; Rom. 2: 28-29; 11:26; Atos 20:28).

Descrição da Cidade Santa


  • Tem a glória de Deus; 
  • Sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como cristal brilhante e tinha um grande e alto muro tendo doze portas; 
  • Nas portas doze anjos, e nomes escritos nelas, que são os [nomes] das doze tribos dos filhos de Israel. 
  • No oriente [tinha] três portas; 
  • no norte três portas, 
  • no sul três portas, [e] 
  • no ocidente três portas. 

 “A noiva, a esposa do cordeiro” (Apocalipse 21: 9).



  • Jesus como o noivo (Mateus 22: 2-14; 9:15; 25: 1-13).
  • Cristo como cabeça da igreja (Efésios 5: 22-29).
  • Festa de casamento da noiva (Apocalipse 19: 5-9).
  • A igreja pertence a Cristo (2 Coríntios. 11: 2).
João viu um novo céu e uma nova terra: Cidade santa Jerusalém
by Pixabay Bílbia

Os fundamentos do muro da cidade de Jerusalém (versos 14-20)

Segundo o texto o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. 
Relata o autor que Aquele que estava falando comigo tinha uma cana de ouro, para medir a cidade, e suas portas, e seu muro e a cidade estava como um quadrado; e o seu comprimento era tanto quanto [sua] largura. 
E ele mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e seu comprimento, largura e altura eram iguais, mediu seu muro de cento e quarenta e quatro côvados, [conforme] a medida humana, que é [também] a do anjo. 

A constituição:

  • Muro era [de] jaspe; 
  • e a cidade [era] de ouro puro, semelhante a vidro puro. 



Os fundamentos do muro da cidade estavam adornados com toda pedra preciosa; 


  1. o primeiro fundamento era jaspe; 
  2. o segundo, safira; 
  3. o terceiro, calcedônia; 
  4. o quarto, esmeralda; 
  5.  (verso 20) O quinto, sardônica; 
  6. o sexto, sárdio; 
  7. o sétimo, crisólito; 
  8. o oitavo, berilo; 
  9. o nono, topázio; 
  10. o décimo, crisópraso; 
  11. o décimo primeiro, jacinto; 
  12. o décimo segundo, ametista. 

João descreve as portas da Cidade (versos 22-23)

Doze Portões e Doze Fundamentos (Rev. 21: 12-21).


  • Cumprimento da lei antiga (Mt 5:17).
  • Fundação dos apóstolos e profetas (Efésios 2: 19-22).
  • Velhos e novos juntos (Ap 4: 4-6; Heb. 12: 22-24).
  • E as doze portas eram doze pérolas; 
  • cada uma das portas era de uma pérola; 
  • e a praça da cidade [era] de ouro puro, como vidro transparente. 

Quatro características da Cidade Santa (Apocalipse 21-22)

Adoração na Cidade Santa (Apocalipse 21:22).

  • O tabernáculo e o templo eram o foco da adoração (Deuteronômio 12: 5-7).
  • “Cópia das coisas celestiais” (Hebreus 8: 5).
  • O corpo humano é um templo (1 Coríntios 6:19).
  • Nenhum local específico de adoração (João 4:21).



 A Bíblia dá descrições surpreendentes da nova Jerusalém

  • Apocalipse 21:12 Também tinha um grande e alto muro com doze portas e doze anjos às portas, e nomes escritos nelas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel:
  • Apocalipse 21:21 Os doze portões eram doze pérolas: cada porta individual era de uma pérola. E as ruas da cidade eram de ouro puro, como vidro transparente.
  • Apocalipse 21:14  Ora, o muro da cidade tinha doze fundamentos , e sobre eles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
  • Apocalipse 21: 19-20  Os fundamentos da muralha da cidade estavam adornados com todo tipo de pedras preciosas: o primeiro fundamento era o jaspe, a segunda safira, a terceira calcedônia, a quarta esmeralda, a quinta sardônia e a sexta sardius, sétimo crisólito, oitavo berilo, nono topázio, décimo crisoprase, décimo primeiro jacinto e décima segunda ametista.
  • Apocalipse 21:18  A construção de seu muro era de jaspe; e a cidade era de ouro puro, como vidro transparente .
  • Apocalipse 21: 21b  E as ruas da cidade eram de ouro puro, como vidro transparente

Sobre Cidade Santa que João Viu:

  • Deus está com aqueles na cidade santa
  • Lugar de conforto, sem lágrimas, sem morte, sem tristeza, sem choro, sem dor
  • Nada deve entrar na cidade para contaminar
  • O rio da água da vida
  • A árvore da Vida
  • Não há necessidade de luz, pois Deus é luz
  • A vida eterna será deles
  • Nenhum templo para o Senhor Deus é seu templo
  • seu templo é o Senhor Deus Todo-Poderoso e o Cordeiro
  • A cidade não precisa de sol ou lua - a Glória de Deus é sua luz e sua lâmpada é o Cordeiro que foi morto.


Leia também...
Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilheCompartilhe



Sobre o Autor do Blog: Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Boas Novas - FATEP, professor e pós-graduado em Educação pela Universidade Federal Fluminense - UFF. Frequentou a Assembléia de Deus durante a infância e juventude hoje é membro da Igreja Batista.

Publicidade

Versões Bíblicas consultadas ou citadas:
Bíblia Livre (BLIVRE), Almeida Revista e Atuzalizada ARA-SBB, Almeida Revista e Corrigida ARC-SBB, Outras citadas no texto.

0 comentários:
Postar um comentário

Publicidade
 
Política de Cookies | Política de Privacidade

Missão: Visão missionária (marca da historia da igreja cristã) visa abordar temas como salvação, cristianismo, teologia e histórias bíblicas de uma forma geral, através da internet e redes sociais.

voltar