08/04/2018

Como Deus criou o Universo e a Terra? Gênesis 1: 1-31

Publicidade

Nesta  postagem trouxemos o relato bíblico da criação do Universo e da Terra. Pensamos que este texto bíblico claramente não representa um documento de ciência natural. Essa não é a intenção da escritura sagrada. A Bíblia não é um livro científico o que o  Livro de Gênesis demonstra um Deus é Soberano na criação do mundo numa perspectiva do criacionismo.

Como Deus criou o Universo e a Terra?


A primeira coisa que a Bíblia nos diz é que Deus é um criador. “No princípio, Deus criou os céus e a terra ”(Gênesis 1: 1). Deus fala, e as coisas nascem do que não havia lá antes, começando com o próprio universo. A criação é um ato de Deus. Não é nem um acidente, nem um erro, nem o produto de uma divindade inferior, mas a auto-expressão de Deus.


Como Deus criou o Universo e a Terra?
by Pixabay

No princípio criou Deus o céu e a terra.

O verbo hebraico para "criar" ( bara ' ), usado aqui, é uma palavra usada aproximadamente cinquenta vezes ao longo do Antigo Testamento, sempre em correlação com Deus.


Fórmula da criação:


  • 1) anúncio: “Deus disse”, 
  • 2) mandamento: “haja” 
  • 3) cumprimento: “foi assim”, 
  • 4) execução: “luz”, 
  • 5) aprovação: “viu… bom”, 
  • 6) palavra subsequente: “Deus chamou”, 
  • 7) número de dias



O trabalho criativo de Deus:


  • Dia 1 (cria luz) -                     Dia 4 (cria os luminares) 
  • Dia 2 (forma o céu e o mar) -  Dia 5 (cria aves e peixes)
  • Dia 3 (cria terra e plantas) -    Dia 6 (cria animais e humanos).



A terra era um vazio sem forma e as trevas cobriram a face das profundezas, enquanto um vento de Deus varreu a face das águas ”(Gênesis. 1: 1–2). A criação nascente, embora ainda "sem forma", tem as dimensões materiais do espaço ("o profundo") e matéria ("águas"), e Deus está totalmente envolvido com essa materialidade ("um vento de Deus varreu o face das águas. ”).

No dia 1, Deus cria luz e separa-a das trevas, formando o dia e noite (Gênesis 1: 3-5).


A frase que há luz é uma tradução da frase hebraica yehi ˈor , que foi traduzida “fiat lux ”em latim. Uma tradução literal seria um comando, algo como “Luz, existe”. Deus está falando no vazio e a luz que comanda vem a existir.


No dia 2, ele separa as águas e cria o céu (Gênesis 1: 6-8). 

O texto sugere que Deus diz para que algo seja colocado entre as águas: um espaço ou firmamento ou abóbada ou céu ou céu (dependendo da tradução). O termo hebraico é rā'qi'a , que implica algo sólido e de apoio.

No dia 3, ele separa a terra seca do mar (Gênesis 1: 9-10).


No terceiro dia, a água abaixo do  raqia  é “reunida em um só lugar” para formar o mar e permitir que a terra seca apareça. Assim, fez a separação das Águas e a Terra Seca.

Segundo a Bíblia, a vegetação é dividida em gramíneas (a comida dos animais), ervas (remédios e alimentos para o homem e às vezes animais) e árvores frutíferas (comida para o homem). Cada um desses termos traduz termos hebraicos específicos para grama ( deshe ' ), as ervas produtoras de sementes ( ' eseb mazria zera ) e as árvores frutíferas ( ets pariy ).

No dia 4 ele cria o sol, a lua e as estrelas (Gênesis 1: 14-19)

A criação que Deus no quarto dia foi o sol e a lua para dividir o dia da noite. Criou os luminares. O sol e a lua marcam a diferença entre dia e noite na Terra. As estrelas também foram criadas no quarto dia. A questão é que a Luz do Sol não é a mesma de Gênesis 1 em que Deus disse Haja Luz.

No dia 5, Deus enche a água e o céu com peixe e pássaros (Gênesis 1: 20-23)


As traduções da Bíblia usam uma palavra diferente para essas criaturas: baleias, jacarés, monstros marinhos e até dragões. A palavra hebraica é "taninim".

No dia 6, ele cria os animais (Gênesis 1: 24-25)


Ao dar às criaturas recém-criadas Sua bênção para multiplicar, é como se Deus passe a eles a capacidade de criar, isto é, Ele lhes dá a capacidade de reproduzir novas criaturas de si mesmas, cada uma em seu próprio tipo.

Assim Deus criou o Universo e a Terra e em seguida...formou o homem.

Obs. Como dissemos acreditamos que este não seja um livro científico, mas respeitamos as diferenças de entendimentos.



O ápice da criação - a humanidade para povoar a terra (Gen. 1: 26-31).

Com o criação da humanidade, Deus viu que era "muito bom" (Gênesis 1:31).




Referências

(1)Morgan, Rebecca J., "Uma Interpretação de Gênesis 1: 1-2: 3 à Luz das Antigas Tradições do Oriente Próximo e da Ciência Moderna" (2013). Honra College Capstone Experiência / Projetos de Tese. Documento 408. http://digitalcommons.wku.edu/stu_hon_theses/408

(2)http://digitalcommons.spu.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1015&context=tow_project

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre | Termos De Uso | Política De Cookies | Política De Privacidade
Top