Publicidade

Aliança Abraâmica Gênesis 12

Aliança Abraâmica Gênesis 12 

Gênesis 12: 1-7 - chamada inicial e promessas da aliança

História da Promessa: Deus deu a Israel uma promessa incondicional de bênção em Abraão (11:27–50:26).

Deus o escolheu

  • Estágio um: saia de Ur, vá para Canaã (Gênesis 12: 1-4)
  • Estágio dois: uma aliança e promessa de uma grande nação (Gênesis 15: 1-21)
  • Estágio três: O sinal da aliança - circuncisão (Gênesis 17: 1-11)

Bênçãos

  • Grande nação (descendência)
  • Bênção - que incluirá a terra (Gênesis 12: 7)
  • Seja uma bênção - um imperativo
  • Aqueles que abençoam serão abençoados
  • Aqueles que amaldiçoam serão amaldiçoados
  • Todas as nações serão abençoadas por meio de Abrão
Publicidade

Gálatas 3: 6-8 - “ anunciou o Evangelho com antecedência ”

 Pai do Povo Hebraico (Gênesis 12-23)

“E em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gênesis 12: 3)

  • Claramente, isso não se limita apenas aos descendentes 
  • Estende-se a todas as pessoas

Explicado em Gálatas 3: 8

  • O cumprimento final foi em Cristo (Gal. 3:14)
  • Todos têm oportunidade de ser abençoados (Gal. 3: 26-29)

O que é uma aliança? É o meio que Deus usou para estabelecer seu povo separado. Acordo mútuo ... Ambas as partes tinham obrigações. 

O Chamado de Abrão (Gênesis 11: 31-19: 9)

A chamada de Abrão está registrada para nós em Gênesis 12: 1: “Disse o Senhor a Abrão: 'Sai da tua terra, e de teus parentes, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.”

Ora, Abrão obedeceu a Deus pela fé e entrou na terra de Canaã “Pela fé Abraão, quando foi chamado, obedeceu, saindo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu sem saber para onde ia (Hebreus 11: 8) ”.

As promessas a Abrão (Gênesis 12: 1-3)

Três grandes promessas estão contidas nos versículos 1 - 3: Deus promete a ele um país (uma terra); incontáveis ​​descendentes (uma nação); e um impacto global e atemporal (uma bênção). O sinal da aliança abraâmica é a circuncisão (Gênesis 17:11). Deus o conduz de Ur dos caldeus a Canaã, onde se estabelece e tem dois filhos, Ismael (ancestral dos árabes) e Isaac (ancestral dos judeus).

A jornada até Canaã (Gênesis  12: 4-5)

Deus chamou Abrão para ir a Canaã (Gn 12: 1), mas Abrão não sabia realmente para onde estava indo. Ele foi apontado para Canaã, " para a terra que eu te mostrarei " (Atos 7: 3). Abrão tinha 75 anos quando saiu de Harã . Ele levou sua esposa Sara, seu sobrinho Lo, e as pessoas que eles haviam adquirido em Harã, e eles partiram para a terra de Canaã, São Paulo coloca desta forma:

“Pela fé Abraão obedeceu quando foi chamado a sair para o lugar que receberia por herança. E saiu, sem saber para onde estava indo. (Hebreus 11: 8)

Armou a sua tenda em Sicém, à árvore de Moré e o Senhor apareceu a Abrão e disse: A vossos descendentes darei esta terra . e ali edificou um altar ao Senhor, que lhe tinha aparecido. (Gênesis 12: 6-8)

A jornada até o Egito:

Uma fome na terra forçou Abrão e seu povo a seguir para o Egito. Abrão pediu a Sara que fingisse ser sua irmã, porque temia que Faraó o matasse por sua linda esposa. Faraó notou Sarai e a levou para sua casa. Para isso, Deus atingiu o Faraó com uma praga e revelou. O Faraó devolveu Sara  e pediu-lhes que deixassem o Egito. Abrão partiu com carrinhos de riquezas. (Gen 12:10)

Gênesis 12: 1 Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa do teu pai, para a terra que eu te mostrarei:

Gênesis 12: 2-3 2 E farei de ti uma grande nação, e te abençoarei, e engrandecerei o teu nome; e serás uma bênção: 3 E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei aquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Gênesis 12: 4

Partiu, pois, Abrão, como o Senhor lhe falara; e Ló foi com ele: e Abrão tinha setenta e cinco anos quando partiu de Harã.

Separação foi a chave

A separação deve ocorrer em Uma forma ou outra para servir a Javé

Distinção, para indicar separação.

Santo = separado, santificado, distinto, separado

Gênesis 12: 5 E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as almas que tinham adquirido em Harã; e eles saíram para ir para a terra de Canaã; e para a terra de Canaã eles vieram.

Por meio de separação Abraão ratificou o pacto

Este é um permanente Pacto

  • 1975 - 2000 AC
  • 350 anos desde a inundação
  • Sara e Lo vão com Abraão

Os cananeus consistiam em muitas tribos da linha de Ham e seu filho,

Aliança com a promessa.

Promessa

A promessa é tripla: ele teria uma grande família, receberia terras e se tornaria uma bênção para os outros (Gênesis 12: 1-3). (semente, terra e bênção):

Gênesis 12: 1-3: ...“ Sai da tua terra, do teu povo e da casa de teu pai , e vai para a terra que eu te mostrarei. 2 Farei de você uma grande nação e te abençoarei; Vou engrandecer o seu nome e você será uma bênção. 3 Abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei a quem te amaldiçoar; e todos os povos da terra serão abençoados por meio de você. ” 

Esta promessa divina é encontrada repetidamente no livro de Gênesis: 13: 15-17; 15: 5, 7, 18-21; 17: 2-8; 22: 17-18; 24:60; 26: 2-4; 28: 3-4, 13-15.

A Era da Restauração ( Retornando do Cativeiro).

A era da restauração é importante porque sem um retorno à terra, a Aliança Abraâmica nunca poderia ser cumprida.

a) Deus prometeu a Abraão que os seus descendentes ocupariam a terra desde o Rio do Egipto até ao Eufrates (Gênesis 15:18), mas Israel na Babilónia vivia fora destes limites. A nação precisava retornar à terra para que as promessas da terra fossem cumpridas. Jeremias 25:11-12 também prometeu uma restauração da terra.

b) O Messias já havia sido profetizado para nascer em Belém (Miquéias 5:2). No próprio cronograma profético de Deus, como visto em Daniel 9:25-26, a nação precisava retornar à terra para que este aspecto da semente da Aliança Abraâmica fosse cumprido no tempo profetizado do nascimento de Cristo. Além disso, Jesus ofereceu o reino durante seu ministério terrestre, o que não teria sido possível sem o retorno à terra.

c) Os livros de Esdras e Neemias também mostram o problema dos casamentos mistos (veja acima). Era vital pôr de lado este pecado para que Israel pudesse manter a pureza da linhagem davídica para cumprir as promessas da semente dadas a Abraão. Se Esdras e Neemias não tivessem tomado medidas tão drásticas para impedir os casamentos mistos, não haveria garantia de que o Rei Messiânico fosse da linhagem de Davi (cf. Mt 1; Lc 3).

Estudo Bíblico sobre Gênesis 12

Veja também:

  1. Estudo Bíblico: Os 12 Espias na Terra Prometida. Números 13-14
  2. Estudo Bíblico: Canaã, a Terra Prometida, e o Monte Abarim
  3. +100 Temas para Estudos Bíblicos

O amigo de Deus Gênesis 12-15


A Aliança Abraâmica (Gênesis 12: 1-3)

Terra

  • Uma grande nação
  • Uma benção
  • Proteção - (abençoar / amaldiçoar aqueles que abençoam / amaldiçoam Abrão)
  • Abraão: o amigo de Deus

Gênesis 12-15

Deus escolheu Abrão e seus descendentes para serem Seus representantes / mediadores na terra (12: 1-3)

 

Referências

https://www.saintmaryhouston.org/files/Abraham.ppt

http://www.biblestudyresourcecenter.com 

https://biblestudydownloads.org/files/eng/op/Ezra-Be_Worshipful-79_eng_op_6510_v10.pptx




👉 5 Livros sugeridos para leitura. Clique e Adquira!


Compartilhe nas Redes Sociais!
CompartilheCompartilhe Compartilhe


Autor: Ronaldo G. Silva é Bacharel em Teologia e Professor de Homilética sendo Pós-Graduado em Educação pela UFF. Entusiasta do trabalho de evangelização e divulgação da Palavra de Deus.
 

Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

Um Site para o Líder, Pregador, EBD, Seminário, Estudo Bíblico, Sermão, Palavra Introdutória, Saudação, Mensagem e Assuntos Bíblicos para pregar a Palavra de Deus. Versões utilizadas Almeida: ACF, ARA ou ARC (SBB) e Bíblia Livre (BLIVRE)