Jesus é Deus? Passagens Bíblicas sobre a Divindade de Jesus

A divindade de Jesus em 10 passagens Bíblicas. 

Jesus é Deus? A divindade de Jesus em diversas passagens Bíblicas. A divindade de Cristo é um tema muito debatido na doutrina teológica, sobretudo após o lançamento do Livro O Código Da Vinci. Afinal, o que é divindade? Essa é uma resposta que o cristianismo e outras religiões debatem, constantemente, como a trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). 
  • A divindade de Jesus revelada no evangelho de João - João 10:30, João 10:38, João 12:45, João 14:7-10, João 16:15
  • A divindade de Jesus é plena - Cl 2:9
  • A divindade de Jesus Cristo revela por Deus - Mt 17:5, I João 5:9
  • Ensino como Atributo da divindade - Mt 7:29, 
  • A divindade de Cristo reconhecida - Mc 3:11.
  •  Jo.10: 30 “Eu e Meu Pai somos um” (em Jo.17: 22 “... para que todos sejam um, assim como Somos Um.") 
  • João 1: 1 “O Verbo era Deus” (“com Deus”, “ninguém viu a Deus” vs.18) 
  • I Jo.5: 6-8 “Há três que testificam, o Pai, a Palavra e o Santo. Espírito. 
  • Mat.28: 19 “em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo” (todos os registros de os batismos na igreja primitiva estão em nome de “Jesus” - Atos 2:38, 8:15, 10:48, 19: 5)

Outras Escrituras que testemunham a divindade de Cristo.

  1. João 1: 1 "e a Palavra era Deus"
  2. Jo.1: 18 "o único Deus gerado"
  3. João 20:28 "meu Senhor e meu Deus"
  4. Tito 2:13 “do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo”
  5. Hb 1: 4-9 "o Filho é superior aos anjos"
  6. Heb.1: 8 "O teu trono, ó Deus é para sempre"
  7. II Pedro 1: 1 "do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo"
  8. I João 5:20 "em seu Filho Jesus Cristo, este é o verdadeiro Deus"
  9. I Tim.3: 16 "Deus foi manifestado na carne"
  10. Col.1: 15 "a forma visível do Deus invisível"
  11. Phil.2: 5-11 "existente na forma de Deus"
  12. Rom.1: 4 "declarou ser o filho de Deus pela ressurreição dos mortos."

Publicidade 
Leia também: A Revelação de Cristo na Carta aos Hebreus 1:1-2

Os evangelhos ensinam claramente que Jesus é Deus. Vejamos alguns exemplos:

Os Evangelhos são unânimes sobre a centralidade de Jesus, o Cristo: sua importância central para a nossa compreensão de Deus e como a nossa norma para vivendo em relação correta com Deus. Mas enquanto todos eles concordam com esta centralidade os diferentes autores do Novo Testamento têm diferentes maneiras de conceituar e explicando-o.

João 1: 1, 14 (NVI): “No princípio era o Senhor, e o Senhor era
com Deus, e a Palavra era Deus. . . . Vimos a sua glória, a glória do Um e
Só quem veio do Pai cheio de graça e verdade.


Cruz - A divindade de Jesus
by Pixabay - Geralt

Jesus é Deus:


  • Jesus é Deus: Por perdoar pecados resultando em salvação (Marcos 2.3-12; Mt 9.2-7; Lucas 5.17-26),
  • Jesus é Deus: Era o Filho em um sentido que foi significativamente maior do que um profeta (Marcos 12: 1-12; Matt 21: 33- 46; Lucas 20: 9-19) e 
  • Jesus é Deus: Era o Filho de Deus que era maior que os humanos e o celestial anjos (Marcos 13:32; M at 24:36), Jesus faz uma confissão significativa em seu julgamento. Novamente, o sumo sacerdote estava questionando-O e dizendo: “Você é o Cristo? o Filho do Abençoado? ”E Jesus disse:“ Eu sou; 
  • Jesus é Deus: afirma ser o Messiah, o Filho de Deus 
  • Jesus é Deus: Ele é o apocalíptico Filho do homem falado em Daniel 7: 13-14:
  • Jesus é Deus: Quando tentado por Satanás, Jesus respondeu: “Você deve adorar o Senhor, seu Deus e sirva somente a ele ”(Mat 4:10; Lucas 4: 8). 
  • Jesus é Deus: Ao se ver como o Filho do Homem em Daniel, ele entendeu que ele será "servido" de uma maneira que deve ser dada somente a Deus. 



Jesus é Deus para o Livro de Hebreus


Ele é o reflexo de A glória de Deus e a impressão exata do próprio ser de Deus ... ”Tendo referenciado as divindade, Hebreus estabelece sua supremacia. 

  1. • Jesus é Deus para Hebreus 1: 4-14, ele é superior aos anjos. 
  2. • Jesus é Deus para Hebreus 3: 1-6, ele é digno de mais glória do que Moisés. 
  3. • Jesus é Deus para Hebreus 6: 13-7: 10, ele é superior a Abraão. 
  4. • Jesus é Deus para Hebreus 7: 11-28, ele é superior a todos os outros sacerdotes. 
  5. • Jesus é Deus para Hebreus 8: 1-13, ele estabelece um pacto melhor entre nós e Deus que o Deus previamente estabelecido. 
  6. • Jesus é Deus para para Hebreus 9-10 de Hebreus, ele oferece um sacrifício melhor para leve nossos pecados do que qualquer outro sacrifício oferecido em nosso nome


O apóstolo Paulo, cujas cartas foram todas escritas em 64 dC, ensinou que Jesus é Deus.  Se você vai confessar com a sua boca "Jesus é o Senhor" e acreditar em seu coração que Deus O ressuscitou dentre os mortos, você será salvo. . . . “Para todos que chamam o nome do Senhor será salvo ”(Romanos 10: 9, 13). Nesta passagem, Paulo dá dois critérios a serem cumpridos para que a salvação seja concedida:

Esta postagem apresenta elementos para ajudar a você a formar a sua convicção sobre quem e jesus cristo, quem foi Jesus Cristo. Para entender o que é o amor de Deus e o o significado da vida com base na historia de Jesus Cristo. Se há alguma dúvida se Jesus era Deus esteja em oração e peça ao Espírito Santo para te revelar as verdades divinas.

Referências
http://www.apttoteach.org/Theology/Christ/pdf/502_Christ_diety.pdf
http://www.hisplacechurch.com/resources/uploads/1179
https://www.usna.edu/Chapel/_files/documents/sermons/2014/03/2014 03 02 - Sermon.pdf

A Revelação de Cristo na Carta aos Hebreus 1:1-2

A Revelação de Cristo na Carta aos Hebreus 1:1-2

Na Carta aos Hebreus, considerada pelos estudiosos como de autoria desconhecida e, tendo como destinatários, os Cristãos Judeus encontramos alguns aspectos da Revelação de Deus em Cristo no Antigo e Novo testamentos. Nesta postagem trouxemos parte de um estudo chamado The unfolding of God’s revelation in Hebrews 1:1–2a e publicado em HTS Teologiese Studies / Theological Studies que ressalta a superioridade de Cristo. Vejamos o que diz o Estudo Bíblico.

Estabelecido a partir de Hebreus 1: 1-2a que o escritor da Carta de Hebreus está convencido desde o início que a revelação divina é progressiva, certas implicações hermenêuticas do desdobramento desta revelação pode ser aplicada aos crentes e estudiosos nos dias de hoje.

Os seguintes sete princípios hermenêuticos emergem da Carta aos Hebreus 1: 1-2a:


Na Carta aos Hebreus a revelação de Deus é progressiva :


Carta aos Hebreus
by Pixabay
Em primeiro lugar, a partir do paralelismo, na carta, entre 1: 1 e 1: 2a, é claro que a Deus se manifesta de forma progressiva. Embora haja continuidade entre o que Deus falou no passado e que ele já falou em Cristo, a revelação suprema progrediu do Antigo Testamento para a aparição de Cristo. A Profecia se cumpre com a revelação que ele agora traz em seu Cristo. No entanto, a Carta aos Hebreus 1: 1-2a não indica a progressão no sentido de menos fiel a mais verdadeira ou de menos digno de mais digno. Isso não poderia ser o caso, porque um só e mesmo Deus é revelada por toda parte. A progressão é, na verdade, uma da promessa de cumprimento.

Publicidade

A Carta aos Hebreus revela a supremacia de Cristo :


Intimamente ligado ao princípio anterior, na Carta de Hebreus 1: 1-2a indica que a revelação em Jesus Cristo é de superioridade. Embora Hebreus afirma que o mesmo Deus continuou a falar, a ênfase em toda é constantemente no fato de que Deus revelou-se, de forma suprema, em Jesus. Isto é evidente a partir dos elementos de contraste no paralelismo entre 1: 1 e 1: 2-A, bem como as várias descrições da supremacia de Cristo inclusive em relação aos anjos (que são inferiores), como por exemplo, Heb 1:4 que diz: tornando-se tão superior aos anjos quanto o nome que herdou é superior ao deles.

Cristo é o Clímax da manifestação de Deus, segundo a Carta aos Hebreus:


Novamente em estreita ligação com os princípios anteriores, o paralelismo em 1: 1 e 1: 2a parece implicar que a auto-revelação do próprio Deus em Jesus é o clímax e cumprimento de todas as anteriores do Velho Testamento ( Cockerill 2012: 86-87). Esta não é diretamente declarada em 1: 1-2a, mas o fato de que ao revelar-se em Cristo demonstra superioridade enquanto ainda em continuidade com sua revelação no Antigo Testamento, parece implicar uma tal desdobramento de clímax. Durante todo o resto do sermão, o escritor na Carta aos Hebreus de fato passa a indicar que Jesus é o cumprimento das revelações no Antigo Testamento (especialmente Heb. 7-10, que é de cerca de sacerdócio, aliança, santuário e sacrifício). Como tal, o Antigo Testamento é, em parte, um prenúncio da revelação culminante em Cristo.

O texto de Hebreus aponta que o Deus revelado em Cristo é final :


Intimamente relacionado com todos os princípios anteriores, a Carta aos Hebreus 1: 1-2a sugere que a revelando-se Deus por Cristo Jesus o faz de forma final e definitiva. O próprio fato de que a revelação do soberano Deus em Cristo ocorreu durante o período de transição da antiga para a nova era, implica que o período referente ao Antigo Testamento é agora considerado concluído e que o aparecimento de Deus em seu Filho é final. 'A história da revelação divina é uma história de progressão até Cristo, mas não há progressão além dele'.

De acordo com Hebreus a revelação de Cristo é pessoal :


O escritor de Hebreus declaração de que Deus se revelou em seu Filho 'para nós' (ἡμῖν) deixa claro que é pessoal. Com 'nós' o escritor não se refere apenas às primeiras testemunhas de Jesus (cf. Heb. 2: 3), mas também aos ouvintes a quem ele escreveu, e, eventualmente, a todos os cristãos em todos os lugares. O cumprimento da profecia com Cristo não é algo vago ou distante ou destinado a 'outros'; não, é pessoal e dirigido a todos que o ouve.

Na Carta aos Hebreus o autor expõe a Urgência de uma reação a Cristo:


Embora não seja explícita na Carta em 1: 1-2a, a natureza pessoal da revelação de Cristo, bem como a supremacia do Filho por quem Deus deu a sua manifestação final, implica que os ouvintes originais e ouvintes de hoje devem diligentemente ouvir o que Deus revelou em Cristo. Ao longo de seu sermão, o escritor adverte explicitamente seus ouvintes que uma atitude descrente, desobedientes ou negligente em relação a supremacia em Jesus pode esperar nada mais do que o julgamento e ira de Deus. Portanto, ele exorta os seus ouvintes a reagirem com reverência com a maior fé e obediência possível que Deus falou por meio de Cristo (2: 1-4; 3: 7-4: 13; 5: 11-6: 12; 10: 19-39; 12: 14-29). A mesma reação urgente à revelação divina em seu Filho é esperado ainda hoje o que demonstra não é verdade que o Espírito de Deus deixou de falar nos dias atuais.

O Livro de Hebreus indica que a revelação ainda é válida e vinculativa :


O escritor de Hebreus em nada rejeita do Antigo Testamento. Ele ainda confirma a revelação. Na verdade, ao longo do sermão, ele deixa claro que Deus em seu Filho só pode ser compreendido dentro do contexto de suas profecias no passado. O Antigo Testamento dá testemunho de Cristo. Mas, o desdobramento da revelação magnânima também sugere que a revelação do Antigo Testamento só pode ser compreendida dentro do contexto daquela que se deu em Cristo. Assim, o escritor da Carta aos Hebreus interpreta Cristo à luz do Antigo Testamento. Isto leva ao princípio hermenêutico básico de que o Antigo Testamento sempre deve ser lido à luz do Novo e do Novo Testamento à luz do Antigo.


Fonte:


COETSEE, A.. The unfolding of God’s revelation in Hebrews 1:1–2a. HTS Teologiese Studies / Theological Studies, 72, jun. 2016. Available at: <https://hts.org.za/index.php/HTS/article/view/3221>. Date accessed: 16 Dec. 2017. Licenciado Creative Commons. Traduzido

Dicas para organizar uma EBF - Escola Bíblica de Férias.

Ideias de Atividades para Escola Bíblica de Férias (EBF):

Escola Bíblica de Férias é um evento realizado por muitas igrejas evangélicas no período das férias escolares (EBF). Nesta oportunidade as crianças podem aproveitar a programação da EBF, mas o foco principal é o estudo bíblico e evangelismo. O evento deverá ter atividades recreativas, atividades para educação infantil e gincana bíblica. Além do que, é importante organizar  a decoração, oferecer premiação e brindes, fazer dinâmicas e entrega de lembrancinhas, músicas e apresentar um material didático específico produzido pelos professores da EBF. 

Basicamente numa EBF temos:
  • Oração
  • Histórias da Bíblia
  • Estudos Bíblicos
  • Artes e Ofícios
  • Jogos
  • Esquetes
  • Teatro
  • Músicas
  • Shows de fantoche ou marionetes
  • Atividades esportivas

Quais são as principais atividades da Escola Bíblica de Férias?

  1. Louvores - Prepare-se para levar as crianças a aprenderem louvores e músicas que permanecerão o resto de sua vida em sua memória e fixar canções que são todas sobre a Bíblia, adorando e louvando de forma divertida. Pesquise música gospel infantil aqui. Ao ensinar os hinos, tire um tempo para repassar as palavras e falar sobre o que eles querem dizer. Peça às crianças que lhe digam como se conectam com a Bíblia lição para o dia. Ajude-os a fazer a conexão
  2. Lanches - É muito comum em Escolas Bíblicas de Férias e Colônias de Férias encontrar fartos lanches para a criançada.
  3. Atividades - Em geral as organizações desses eventos preparam atividades, trabalhos manuais, jogos, brincadeiras divertidas em equipes com vários tipos de premiações.
  4. Estudos Bíblicos - Através de toda a música, lanches, jogos e artesanato e todas as atividades da Escola Bíblica de Férias você irá aprender sobre a Bíblia e o evangelho de Cristo. Aprender a enfrentar seus medos e confiar em Deus, conhecer profundamente a Bíblia, e aprender sobre quem Jesus realmente é. E saber de histórias impressionantes de missionários incríveis ao redor do mundo.


EBF - Escola Bíblica de Férias:

Leia também: 15 Atividades para Acampamento de Juniores.


7 etapas do planejamento da escola da Bíblia das férias


1. Identifique as necessidades básicas para a realização da EBF

  • voluntários, 
  • doações, 
  • apoio pastoral, 
  • instalações e 
  • parceiros de oração. 

2. Estabeleça uma data para a Escola Bíblica de Férias

  • Vários fatores afetam o agendamento. Verifique com outras igrejas na cidade para ver quais semanas eles planejaram para a EBF. 

3. Crie um mapa de salas para serem utilizadas na EBF.

  • Separe salas de reunião grandes, salas de aula, salas para artesanato, música, aprendizado e lanche. 

4. Recrutar voluntários para a Escola Bíblica de Férias

  • A chave para encontrar voluntários é ajudar os voluntários a encontrar o lugar certo. 

5. Divulgue e cadastre as crianças para a escola bíblica

  • Pedir aos membros que falem com seus vizinhos sobre a vinda à escola bíblica,  folheto de registro que também funcione para uma promoção, cartazes, e outras

6. Atribuições dos colaboradores da Escola Bíblica de Férias

Certifique-se de que todos saibam seus papéis antes do início como:

  • Ensino: Os professores da Escola Bíblica de Férias devem reunir-se antes da EBF para repassar as lições e as informações importantes. 
  • Enfeites: Preparação das decorações nas várias salas de aula.
  • Lanche: Voluntários que planejam, compram, preparam e servem os lanches e ou refeições para a semana da Escola Bíblica. 
  • Música: Líderes e instrumentistas decidiram quais hinos serão ensinado às crianças.
  • Divulgação: Voluntários que irão divulgar a EBF dentro da congregação e a comunidade local.
  • Artesanato e Pintura: um grupo de voluntários que planejará, comprará e colecionará e liderar as crianças através dos projetos artesanais e pintura.

7 - Encerramento da Escola Bíblica de Férias

  • Sua igreja pode de ter um grande encontro fechando com o culto de adoração


Publicidade
Leia também: Vigília de Oração Evangélica: O Guia Completo


Dicas de Atividades para Escola Bíblica de Férias EBF



1 - Antigo ou Novo Testamento?

  • Faça conexões entre as histórias da Bíblia com o que aconteceu no Antigo ou no Novo Testamento. As crianças colocam um caracteres (AT/NT) como respostas.

2 - O que você prefere?

  • Aqui está um jogo que não requer absolutamente nenhum material: reúna sua turmal e faça uma série de perguntas sobre o que cada um preferiria e faça perguntas como: Você preferiria ver o Mar Vermelho sendo aberto ou Jesus andando sobre a água? Você prefere jantar com Moisés ou Paulo? 

3 - Marcadores para Bíblias

  • Faça marcadores para Bíblias. Comece com papel em branco ou use um desses modelos gratuitos . Tenha uma variedade de fitas que as crianças podem escolher para personalizar seus favoritos.

4 - Diários  de oração

  • Os alunos fazem um diário para registro de oração no primeiro dia da Escola Bíblica de Férias. Distribua o bloco e caneta para fazerem os registros. Eles poderiam escrever temas e seus versículos favoritos da Bíblia ou desenhar seus personagens favoritos da Bíblia. Todos os dias, reservem um tempo para os alunos escreverem uma oração para si ou para outra pessoa. Incentive-os a fazer orações não materiais e peça-lhes que dêem exemplos dessas orações. 

Leia também: 45 Perguntas Bíblicas para Gincana e Jogos

5 - Sala dos Milagres

  • Jesus é meu super-herói - Incorpore uma "sala das maravilhas" (com ilustrações e descrições dos milagres de Jesus), prepare dias para um herói bíblico favorito - ou até heróis inventados com bons traços de caráter - e ajude a ensinar seus pequenos o poder dado a nós por Jesus é maior do que qualquer poder na terra!


6 - Armadura de Deus

  • Armadura de Deus - Ajude as crianças a criarem a armadura de Deus de Filipenses, criando as partes da armadura com papelão ou outros materiais. Adolescentes podem fazer pelo menos o escudo, espada, peitoral e cinto de papelão, e eles podem usar um modelo de papel para o capacete e sapatos. É mais eficiente e seguro fazer modelos e cortá-los antes do evento com um cortador de caixa ou uma tesoura industrial. As crianças mais jovens podem decorar modelos de papelão ou cartazes pré-desenhados. Eles também podem colorir uma planilha mostrando uma criança usando toda a armadura. Certifique-se de rotular cada peça de armadura para que as crianças se lembrem do que cada peça representa.

7 - Oração da Bíblia

  • Primeiro, escolha um versículo bíblico e use-o como uma oração para começar e terminar cada dia da EBF. Exemplo João 3:18, Salmo 46: 1 ou Romanos 15:13. 


8. Ritmo de Oração do Senhor

  • Defina um alarme para lembrá-los de orar a oração do Senhor duas vezes por dia - talvez às 10h, às 15h conforme o tempo disponível da EBF. Desafie-se a parar o que quer que esteja fazendo e passe 1 minuto orando lentamente. 

9 - Atividades de arte

  • A arte inspirada na fé pode servir como uma saída para a criatividade das crianças. Incentive as crianças mais velhas a criarem algo para celebrar sua fé da maneira que acharem melhor - uma colagem, desenho ou poema. Peça às crianças mais novas que criem uma peça curta representando parte de uma história religiosa; exorto-os a pensar sobre o que seus personagens poderiam estar sentindo enquanto agem. Se você tem um grande grupo de crianças e espaço de parede suficiente, um mural pode ser uma excelente maneira de todos contribuírem para um grande projeto de arte.

Sugestões de Temas para Escola Bíblica de Férias 

  • A criação 
  • O dilúvio 
  • A divisão do Mar Vermelho 
  • Jonah e o peixe grande
  • O batismo de Jesus - nosso batismo


Leia também:  Atividades Bíblicas: Jonas


Quais são os benefícios da Escola Bíblica de Férias?

  • Na EBF As crianças aprendem sobre a Bíblia através de atividades divertidas e apropriadas à idade.
  • Ajuda a cada criança a aprender como ser uma boa pessoa e um bom amigo para os outros.
  • A Escola Bíblica de Férias é ideal para que as crianças pequenas tenham uma sensação de estar em um acampamento.
  • As crianças conhecem novos amigos que compartilham suas experiências.
  • Na EBF o convidado não precisa ser um membro da igreja para participar.
  • Desenvolve as crianças como seguidores de Cristo e capacite-as a          compartilhe sua fé.
  •   Desenvolve as crianças como adoradores e guerreiros de oração.
  • A Escola Bíblica Permite que as crianças façam escolhas sábias de acordo com as Escrituras.
  • Ajuda as crianças a tratar todas as pessoas da mesma forma.

A Escola Bíblica de Férias funciona como um meio de divulgação para as igrejas. Por um lado, não há necessidade de ser um membro de nenhuma das igrejas mencionadas para frequentar a escola bíblica. Por outro lado, é uma oportunidade para uma igreja se aproximar da comunidade.

Procure se informar a respeito da Escola Bíblica de Férias – EBF de sua igreja ou de uma igreja próxima de você. Confira 45 Perguntas bíblicas para gincana e jogos.


Veja também: 

45 Perguntas Bíblicas para Gincana e Jogos

Perguntas Bíblicas para Gincana e jogos


Jogos bíblicos, dinâmicas evangélicas com questões e respostas sobre a Bíblia desafios com perguntas fáceis e difíceis, além de divertidas para sua prova da gincana gospel. Perguntas bíblicas com respostas para gincana de jovens e adultos. Tarefas que não são complicadas para equipes de jovens e juniores uma maratona sugerida para Escola Bíblica Dominical - EBD, Escola Bíblica de Férias - EBF, Mensageiros do Rei, Retiros espirituais ou atividades em casa. Confira as Dicas de Atividades para Escola Dominical Infantil evangélica EBD

Perguntas Bíblicas para Gincana Sobre Noé

  1. Qual era a idade de Noé seus filhos? Gênesis 5:32 de quinhentos anos, 
  2. Como se chamavam os filhos de Noé? Gênesis 5:32 Sem, Cão e Jafé.
  3. Quantos anos Noé Morreu? E foram todos os dias de Noé novecentos e cinqüenta anos, e morreu. Gênesis 9:29
  4. Quantos anos viveu Noé, depois do dilúvio? trezentos e cinqüenta anos. Gênesis 9:28
  5. Qual e era a idade de Noé  quando o dilúvio das águas veio sobre a terra. da idade de seiscentos anos, Gênesis 7:6
  6. Como se chamava o filho de Cão? é o pai de Canaã. Gênesis 9:18
  7. De que forma Noé soube que as águas tinham baixado de sobre a terra? E a pomba voltou a ele à tarde; e eis, arrancada, uma folha de oliveira no seu bico; e Gênesis 8:11 
  8. Quem construiu a arca? (Noé)


Publicidade
Leia também: Atividades e Histórias Bíblicas para Imprimir: Jesus o Bom Pastor

Perguntas Bíblicas para Gincana Sobre Elias


  1. O que, vendo Acabe a Elias, lhe disse? És tu o perturbador de Israel? 1 Reis 18:17
  2. Quem tomou a capa de Elias? Eliseu 2 Reis 2:14
  3. O que aconteceu quando Elias envolveu o seu rosto na sua capa, e saiu para fora, e pôs-se à entrada da caverna? e eis que veio a ele uma voz, que dizia: Que fazes aqui, Elias? 1 Reis 19:13
  4. O que aconteceu quando Elias orou pelo jovem morto? E o Senhor ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu. 1 Reis 17:22
  5. O que veio primeiro? Ascensão Elias ou arrebatamento de Enoque?
    Arrebatamento de Enoque


Perguntas Bíblicas para Gincana Sobre Abraão


  1. Os filhos de Abraão foram? Isaque e Ismael. 1 Crônicas 1:28
  2. Onde está sepultado Abraão e Sara, sua mulher? O campo que Abraão comprara aos filhos de Hete. Gênesis 25:10
  3. Abraão, pois, gerou a Isaque; quem foram os filhos de Isaque?
  4. Esaú e Israel. 1 Crônicas 1:34
  5. Quem viveu em Ur e se mudou para um país que desconhecia? (Abraão)

Perguntas bíblicas para gincana: Fáceis.


A primeira séria de perguntas é sugerida para gincana e jogos como nível de profundidade de conhecimento bíblico fácil. Perguntas bíblicas faceis para jovens

  1. Que tipo de árvore que Zacarias subiu? (Amoreira)
  2. O que aconteceu primeiro? Assassinato de Abel ou o dilúvio? (Assassinato de Abel)
  3. Qual era o nome do mendigo cego no portão de Jericó? (Bartimeus)
  4. Golias era filisteu ou um egípcio? (Filisteu)
  5. Qual era o nome do irmão de Jaco? (Esaú)
  6. O que ocorreu primeiro? O êxodo do Egito ou a “queda de Jericó”? (Êxodo)
  7. Quantos anos de fome que José profetizou para os faraós? (Sete)
  8. Que livros vêm antes e depois do evangelho segundo Lucas? (Os evangelhos de Marcos e João)
  9. Que nome foi dado ao filho caçula de Jacó? (Benjamin) 
  10. Que disse: “Eu e minha casa serviremos as Senhor!”? (Josué)
  11. Que o comandante tinha lepra? (Naamã)
  12. Que cidades foram destruídas pelo fogo e enxofre? (Sodoma e Gomorra)
  13. Tinha um casaco feito de pêlo de camelo e comia gafanhotos e mel silvestre? 
  14. (João Batista)
  15. Quem disse a quem: “A pessoa vê o que está diante de seus olhos, mas Deus vê o coração”? (Deus a Samuel)
  16. O que é citado em João 14,6? (Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim).
  17. Que tipo de animal que Balaão montou? (Um burro)



Perguntas Bíblicas para gincana: Difíceis


Os desafios difíceis são para gincana e jogos com maior grau de conhecimento

  1. Ele orou e o sol e a lua pararam? (Josué)
  2. Onde (lugar) Jesus foi encontrado e preso? (Getsêmani)
  3. Que livro bíblico fala de Davi e Golias? (1. Samuel)
  4. Horebe é o nome de uma cidade ou de uma montanha? (Uma montanha)
  5. Que livro relata as viagens missionárias de Paulo? (Os Atos dos Apóstolos)
  6. Como o filho mais velho de Jacó se chamou? (Ruben)
  7. Quais foram os nomes da mãe e avó de Jaco? (Rebecca, Sara)
  8. Cite três profetas. (Elias, Jeremias, Jonas)
  9. O primeiro acontecimento foi? Batismo de Jesus ou a alimentação do 5000?
  10. (Batismo de Jesus)
  11. Cite três missionários mencionados na Bíblia. (Paulo, Silas, Barnabé)
  12. Quantos anos se passaram até que Paulo voltou para Jerusalém? 
  13. (14 anos / Gl 2,1)
  14. Cite três mulheres na Bíblia cujos nomes começam com “R”. (Rebeca, Raquel, Rute)
  15. Que o rei tinha um relógio de sol? (Ezequias)
  16. Que discípulo encontrou uma moeda na boca de um peixe? (Pedro)
  17. Cite três soldados mencionadas na Bíblia. (Joabe, Naamã, Cornelio)
  18. De que maneira a deusa adorada em Éfeso era chamada? (Diana)
  19. Como era chamado o marido de Priscila e qual trabalho ele tinha? (Aquila, fabricante de tendas)
  20. Quem era Bernice? (A esposa do rei Agripa)
  21. O que ocorreu primeiro? A decapitação de João ou a alimentação do 5000? (João foi decapitado)
  22. Que disse: “Não vai demorar muito mais para você se convencer para se tornar um cristão”. (Agripa a Paulo)
  23. Quanto pão e peixe estava disponível para alimentar o 5000? Quantos cestos sobraram? (7 x pão e vários peixes pequenos, 7 cestos / Mateus 15,3)
  24. De que Jaco chamou o lugar onde ele lutou com Deus? (Peniel / 1. Moeses 32,30)
  25. Quantos capítulos que o livro Jeremias tem? Quantos versos que a carta de Judas tem? (52, 25)
  26. A primeira carta de Pedro foi dirigida a? (Aos estrangeiros dispersos)
  27. Onde Paulo deixar o seu casaco? (Em Troade, Carpo)

Aproveite as questões para sua gincana ou jogos bíblicos

Leia também:  EBF - Escola Bíblica de Férias: Músicas e atividades


Perguntas bíblicas para gincana e jogos
by Pixabay

Dicas de atividades para aplicação das perguntas bíblicas para gincana:

  • gincana e dinâmica de grupo para crianças, 
  • encontro de casais, adultos, reunião, 
  • dinamicas para pequenos grupos, 
  • gincanas bíblicas infantil 
  • brincadeiras para jovens evangelicos divertidas 
  • jogos gospel para jovens 
  • brincadeiras evangelicas para jovens 
  • brincadeiras para fazer com jovens na igreja 
  • atividades bíblicas para juniores 
  • brincadeiras biblicas para crianças 
  • gincana bíblica infantil 
  • perguntas e respostas da bíblia para jovens 
  • perguntas e respostas bíblicas com alternativas para jovens 
  • brincadeiras bíblicas infantil 

Estudo sobre louvor e adoração. A música na igreja.

Estudo sobre louvor e adoração: A música na igreja

A música na igreja. A música e o culto cristão indicado para levitas refletirem a respeito do poder do louvor e a importância da ministração de louvores que juntamente com a pregação da palavra é um dos principais momentos da liturgia. 



A MÚSICA E A ADORAÇÃO CRISTÃ


“ Falando entre vós com salmos e hinos e cânticos espirituais; cantando e tocando música ao Senhor em vosso coração”  Ef. 5:19. (Bíblia Livre)

A

 música sempre teve um papel muito importante como elemento no culto cristão. Lembro muito bem de quando iniciei minha vida cristã aos 9 anos de idade (hoje tenho 35) e a música sempre esteve presente enquanto ferramenta indispensável na propagação do evangelho. Cantávamos para aprender as licões bíblicas, para animar os pequeninos nas EBF’s, nos “Ar-livres”, Corais, conjuntos. Antes das reuniões de domingo à noite, cânticos eram entoados com o fim de ajudar a criar uma atmosfera de paz e comunhão com Deus. Mas muito antes disso, quando nosso primeiros irmãos americanos aportaram no Brasil destinados a iniciar a obra de evangelização em nosso país, a música já exercia seu papel de auxiliadora no trabalho missionário. Músicas como: “Vencendo vem Jesus”, “Rude Cruz”, “Maravilhosa Graça”, (louvores antigos) e outras compostas e/ou adaptadas pelos missionários eram entoadas por todo país, levando vidas a  um encontro com Deus. Vários hinários surgiram confirmando que a música precisava continuar sendo um elemento fundamental da liturgia evangélica. A Bíblia desde seu início nos mostra o quão importante era a música, e a maneira que ela era tratada por alguns personagens bíblicos: Jubal, considerado o pai de todos que tocavam instrumentos (Gn. 4:21); Davi - o mavioso salmista; Asaph, Jedutum, e vários outros; todos com a responsabilidade de conduzir a música no culto. 


Os levitas Adoradores e Músicos I Crônicas (6:31 a 48)


31. Estes são, pois, os que Davi constituiu para o ofício do canto na casa do Senhor, depois que a arca teve repouso. 32. E ministravam diante do tabernáculo da tenda da congregação com cantares, até que Salomão edificou a casa do Senhor em Jerusalém; e estiveram, segundo o seu costume, no seu ministério. 33. Estes são, pois, os que ali estavam com seus filhos:

dos filhos dos coatitas, Hemã, o cantor, 


  • filho de Joel, filho de Samuel,
  • Filho de Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliel, filho de Toá,
  • Filho de Zufe, filho de Elcana, filho de Maate, filho de Amasai,
  • Filho de Elcana, filho de Joel, filho de Azarias, filho de Sofonias.
  • Filho de Taate, filho de Assir, filho de Ebiasafe, filho de Coré,
  • Filho de Isar, filho de Coate, filho de Levi, filho de Israel.
Estudo sobre louvor e adoração
by Pixabay - mcartyv

E seu irmão Asafe estava à sua direita; e era 


  • Asafe filho de Berequias, filho de Siméia,
  • Filho de Micael, filho de Baaséias, filho de Malquias,
  • Filho de Etni, filho de Zerá, filho de Adaías,
  • Filho de Etã, filho de Zima, filho de Simei,
  • Filho de Jaate, filho de Gérson, filho de Levi.

E seus irmãos, os filhos de Merari, estavam à esquerda; a saber: 


  • Etã, filho de Quisi, filho de Abdi, filho de Maluque,
  • Filho de Hasabias, filho de Amazias, filho de Hilquias,
  • Filho de Anzi, filho de Bani, filho de Semer,
  • Filho de Mali, filho de Musi, filho de Merari, filho de Levi.


E seus irmãos, os levitas, foram postos em todo o ministério do tabernáculo da casa de Deus.

Publicidade

Louvor e adoração no culto


A prática do culto à divindade surgiu muito antes dos hebreus levantarem o tabernáculo (Ex. 39:32). Os Egípcios, por exemplo, já cultuavam aos seus deuses com ritos muito semelhantes aos usados posteriormente pelos hebreus. Podemos definir culto, então, como um ofício, um serviço que prestamos à Deus. A fim de ilustrar melhor esta minha definição, imaginemos um encenação teatral onde temos os atores, o público e os demais que dão suporte ao espetáculo (cenógrafos, bilheteiros, iluminadores, sonotécnica, etc.), se fizéssemos um paralelo entre uma peça teatral e uma adoração, certamente muitos pensariam ser Deus o ator principal e nós a platéia, quando é exatamente o contrário que precisamos nos aperceber. Deus, do seu alto e sublime trono, contempla todo nosso esforço em lhe oferecer o melhor de nossos dons e talentos, e quando assim fazemos temos de recompensa as bênçãos que provém de um Deus que se alegra em ver toda criatura o louvando, e a Bíblia afirma que a “...alegria do Senhor é a nossa força” Ne 8:10.

Qual é a forma de cultuar então? A liturgia do culto pode variar muito de acordo com a cultura de cada povo. Os objetos, trajes, instrumentos usados nos ritos liturgicos obedecem certos costumes peculiares a cada cultura, mas alguns elementos são comum a todos nós.



Leia também:  A Revelação de Cristo na Carta aos Hebreus 1:1-2


Características do culto


Em Isaías 6: 1-8, podemos fazer uma análise baseados na leitura do texto e encontrar algumas características da adoração que devemos prestar à Deus. Observamos, por exemplo, que o profeta inicia o texto no templo onde ele tem um encontro com o Senhor (V.1). Sendo assim, relaciono abaixo alguns exemplos encontrados no texto:

  1. ·        “Louvor”                            (V.3)
  2. ·        “Arrependimento”  (V.5)
  3. ·        “Perdão”                           (V.7)
  4. ·        “Mensagem de Deus”        (V.7a)
  5. ·        “Dedicação”                      (V.7b)

Deus se agrada de louvores de adoração sinceros e puros. Mas é necessário que a criatura se arrependa, peça à Deus perdão, ouça a voz de Deus e consagre-se cada vez mais, e assim certamente estaremos prestando ao Senhor um culto agradável e racional (Rm. 12:1).

Itamar B. de Sousa

9 Fatos da Visita dos Reis Magos a Jesus em Mateus 2:1-13

9 Fatos da Visita dos Reis Magos a Jesus. Mateus 2:1-21


Os Reis Magos e o Nascimento de Jesus, na Bíblia. Muitas dúvidas e mistérios existem acerca dos Reis Magos; Questões como nomes. Se realmente eram três Reis Magos. O significado dos presentes, se eram bruxos, ouro incenso e mirra, ou seja, a historia dos reis magos na Bíblia. Nesta postagem vamos acompanhar a narrativa de Mateus sobre o nascimento de Jesus segundo a versão Bíblica de João Almeida.
  1. Os Magos Vieram do Oriente para ver Jesus.
  2. Procuravam pelo lugar de nascimento de Rei dos Judeus
  3. O Rei Herodes ficou preocupado e questionou aos magos sobre Jesus
  4. O Rei de Belém da Judéia solicita aos Magos que retornem e indiquem onde Jesus está;
  5. Os Magos encontram o local do nascimento de Jesus e O adoraram;
  6. Os Reis levaram presentes para Jesus
  7. Revelados retornam por outro caminho e evitam Herodes.
  8. Frustrado o Rei da Judéia ordena uma matança porque não encontrou Jesus
  9. O ataque de Herodes não impediu o cumprimento da promessa


1. Os Magos Vieram do Oriente para ver Jesus.

No evangelho de Mateus, no contexto do nascimento de Jesus o evangelista relata a partir do capítulo 2 alguns eventos que ocorrem após este fato. Segundo o autor Jesus nasceu em Belém da Judeia. Na época do nascimento reinava Herodes (Mateus 2:1). O relato aponta que naqueles dias chegaram na região de Jerusalém uns magos do Oriente. O texto não sobre quantidade, sexo ou peculiaridades dos visitantes.
Mateus 2: 1-12 é o único lugar na Bíblia que fala sobre os sábios, magos em algumas versões.  Alguns estudiosos acreditam que esses homens sábios eram astrólogos, homens que estudavam as estrelas. Eles reconheceram a aparência de uma nova estrela como o sinal do nascimento de Jesus.

Publicidade

2. Procuravam pelo lugar de nascimento de Rei dos Judeus

9 Fatos da Visita dos Reis Magos a Jesus. A estrela brilhante levou-os a procurar o Salvador.  Quando os Magos chegaram na cidade, segundo a história descrita, perguntaram: Onde está o recém-nascido Rei dos judeus? (Mateus 2:2) Na sequência da pergunta vem a explicação da curiosidade. Segundo o escritor os forasteiros alegavam que “vimos a sua estrela no Oriente e viemos para adorá-lo”.  O fato de andarem pela cidade interrogando os cidadão sobre o nascimento de Jesus chegou até os ouvidos do Rei. 
A informação era conhecida deles. Tratava-se de uma profecia das Escrituras. “Em Belém da Judeia” (Mateus 2:5), responderam eles, é o que está escrito por intermédio do profeta:


 E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar a meu povo, Israel. (Mateus 2:6)


3. O Rei Herodes ficou preocupado e questionou aos magos sobre Jesus.

Tendo ouvido isso, alarmou-se o rei Herodes, e, com ele, toda a Jerusalém (Mateus 2:3). A novidade chamou atenção de Herodes que agora passou a agir como os Magos. Interrogando sobre o nascimento do Cristo. Herodes convocou todos aqueles que eram considerados os principais sacerdotes e escribas do povo e passou a indagá-los sobre “onde o Cristo deveria nascer” (Mateus 2:4). 
Herodes, então chama os magos e lhes pergunta se sabem com precisão quanto ao tempo em que a estrela aparecera (Mateus 2:7). 

4. O Rei de Belém da Judéia solicita aos Magos que retornem e indiquem onde Jesus está;

Em seguida o Rei envia-os a Belém, mas propõe um trato: Ide informar-vos cuidadosamente a respeito do menino; e, quando o tiverdes encontrado, avisai-me, para eu também ir adorá-lo (Mateus 2:8). O Objetivo de Herodes não era exatamente adorar a Jesus, mas matá-lo.

5. Os Magos encontram o local do nascimento de Jesus e O adoraram;

Então os magos saíram e seguiram a estrela até brilhar sobre o lugar onde o menino Jesus estava. Entraram na casa e, quando viram a criança com sua mãe Maria, ajoelharam-se e o adoraram. Eles lhe deram seus presentes. 

6. Os Reis levaram presentes para Jesus

A visita dos sábios simbolizava o status real de Jesus. Os presentes que os sábios trouxeram foram adequados para a realeza. O incenso. A mirra era usada para embalsamar . O ouro era muito valioso como hoje. A tradição de presentear no Natal remonta a esses atos de louvor.
Os visitantes ao se depararem com o Rei prostraram-se e o adoraram. Abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra. (Mateus 2:11)
  • 1. Ouro . Isso, provavelmente, ajudaria a viagem ao Egito que José e Maria e José teriam que fazer. 
  • 2. Incenso . Um perfume usado para fumigação sacrificial. De acordo com Isaías 60: 6 e Jeremias 6:20, o povo hebreu importou sua incenso da Arábia. Jesus seria a nossa Páscoa, (1 Coríntios 5: 7) nosso Cordeiro sacrificial. 
  • 3. Mirra Um perfume. Muitas vezes usado na morte para preparar o corpo para o enterro. isto foi usado para embalsamamento. 


7. Revelados retornam por outro caminho e evitam Herodes.

Herodes era um homem perverso, sempre com medo de que alguém tomasse o seu lugar . Então, quando os magos lhe contaram as notícias sobre o bebê que seria o rei dos judeus, ele estava preocupado. Mas um anjo alertou os magos em um sonho que eles não deviam voltar para ele, e eles retornaram ao seu país por outra estrada.
Assim, os Magos foram alertados por Deus, em sonho, a não retornarem a Herodes e regressaram por outro caminho a sua terra.(Mateus 2:12)

8. Frustrado o Rei da Judéia ordena uma matança porque não encontrou Jesus.

Muitos estudiosos acreditam que os magos ou sábios chegaram cerca de dois anos após o nascimento de Jesus . Isso coincidiria com a ordem de Herodes de matar todas as crianças em Belém e arredores que tinham dois anos de idade ou menos. O rei Herodes, o governante nomeado do território romano da Palestina, não se arriscou que essa criança se tornaria o próximo rei.


9. O ataque de Herodes não impediu o cumprimento da promessa

Jesus foi levado ao Egito após a revelação em um sonho a José e escapou do ataque de Herodes

===========================

O que Mateus fala sobre os Reis Magos?

Pouco se sabe sobre esses sábios. Quem eram esses homens sábios do leste? Tão misteriosamente quanto eles entram em cena. . . Eles desaparecem.
Segundo De Doug Hamilton há alguns mitos sobre os fatos (2)
  • 1. Não diz “três” sábios, mas “sábios” ou “magos” dependendo da versão. A tradição do número “três” veio posteriormente, provavelmente pelos três tipos de presentes que foram dados.
  • 2. Os nomes dos sábios foram acrescentados muitos séculos depois. A Bíblia não fala nada a respeito.  
  • 3. Para muitos estudiosos eles não vieram na noite do nascimento de Jesus.
Leia também:  45 Perguntas bíblicas para gincana e jogos

Citações Bíblicas
1. SBB Almeida Revista e Atualizada
2. Bíblia Livre

Fontes
(1)https://www.biblecharts.org/sermons/thebirthofjesuschrist.pdf
(2) http://camphillchurch.org/publication_files/biblical-facts-and-worldly-myths-surrounding-the-birth-of-jesus.pdf
(3)http://www.epctoronto.org/Press/Publications_JRHughes/When was Jesus Born.pdf

Publicidade

 

Missão: Visão missionária (marca da historia da igreja cristã) visa abordar temas como salvação, cristianismo, teologia e histórias bíblicas de uma forma geral, através da internet e redes sociais.

voltar