24/06/2018

Promessa Patriarcal: Deus de Abraão, Isaque e Jacó

Publicidade

Esse Período é conhecido na literatura cristã como Dispensação da PROMESSA (ou Patriarcal). Dispensação Patriarcal  significa Era da Promessa que começa com o chamado de Abraão. Ela é conhecida como promessa patriarcal em virtude das promessas e alianças feitas com Abraão e sua descendência, pois ele tinha a promessa de ser o instrumento para a vinda do Salvador de toda humanidade (Gênesis 12.3). Este foi o motivo da literatura optar por chamar de "Dispensação da Promessa". 

Promessa Patriarcal: Deus de Abraão, Isaque e Jacó


  Promessa Patriarcal: Deus de Abraão, Isaque e Jacó

Alguns estudos dividem a promessa patriarcal em

  1. Promessa de um descendente
  2. Promessa de uma Terra
  3. Promessa de Bençãos para as Nações


1. Promessa de Deus para Abraão, Gn 12: 1-3


  • Deus aparece a Abraão enquanto ele ainda estava em Harã, chamando-o para Canaã. Abrão, como seu nome era na época, tinha 75 anos, e ele "partiu como o Senhor falou com ele" (versículo 4), sem saber para onde estava indo. A promessa em seu chamado é muito geral.   A promessa de Deus fornece um delineamento detalhado da terra que Deus deu a Abraão. O território se estende do rio Nilo, no Egito, até o rio Eufrates, na Mesopotâmia. ( Gênesis 15: 18-21, Gen. 12: 7; 13: 4-15; 15: 18-21)


Detalhas da Promessa de Deus a Abraão


Gênesis 17: 1-16 apresenta detalhes para as partes envolvidas, Deus e Abrão, seguem-se declarações de estipulações da aliança promulgação da aliança  e promessas da aliança . Também está incluído um sinal triplo  detalhando a mudança dos nomes de Abrão e Sarai para Abraão e Sara , o rito da circuncisão e a promessa de que Sara conceberia e teria um filho. Naquele mesmo dia, Abraão novamente demonstrou sua fé e fidelidade, bem como sua obediência à aliança, instituindo o rito da circuncisão em todos os homens de sua casa. (Gn 13:16; 15: 4-5; 17: 2-6; 22:18)



2. Promessa de Deus para Isaque, Gn 26: 2-4

  • Observe que Deus se refere ao "juramento" (ver Gênesis 22: 16-18 ) que Ele jurou ao pai de Isaque. O legado mais importante era aquele de acordo com o Pacto Abraâmico; o Deus de Abraão também se tornou o Deus de Isaque. Assim, numa época em que Isaque visitava o rei dos filisteus em Gerar (Gênesis 26: 1), o Senhor apareceu a ele e fez um pacto com ele. As promessas dadas a Isaque são familiares: a terra, um vasto número de descendentes e um caminho de bênção para todas as pessoas


3. Promessa de Deus para Jacó

  • Embora ambos os filhos gêmeos, Esaú e Jacó, recebessem as bênçãos do Senhor, foi o filho mais novo, Jacó, que foi a escolha do Senhor como fonte de herança espiritual (cf. Gênesis 25: 21-23 com Gn 27: 1-29 ).

Gênesis 35: 11-12 reafirma certas promessas que Deus havia feito anteriormente a Abraão. Deus aqui reitera sua promessa a Abraão, como registrado em Gênesis 17: 5-6 , de que ele seria um pai de reis. Deus também diz a Jacó que dele descenderia não apenas uma nação, mas também toda uma companhia de nações.



Vários estudos dividem os períodos do antigo testamento em as 7 dispensações do evangelho:

  • dispensação da Inocência, 
  • dispensação da Consciência, 
  • dispensação do Governo humano, 
  • dispensação Promessa ou Patriarcal, 
  • dispensação da Lei, 
  • dispensação da Graça, 
  • dispensação do Reino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre | Termos De Uso | Política De Cookies | Política De Privacidade
Top